Notícias | Dia a dia
Medvedev vira e fatura primeiro título em 13 meses
08/11/2020 às 13h20

Paris (França) - Com um arsenal bem mais variado de golpes mas com aposta maciça na regularidade, o russo Daniil Medvedev obteve grande virada em cima do alemão Alexander Zverev para conquistar seu primeiro título em 13 meses. Na final de Paris, ele perdeu o primeiro set por 5/7, mas reagiu e marcou 6/4 e 6/1.

Curiosamente, a única vitória anterior de Medvedev sobre Sascha em seis duelos havia acontecido na final de um Masters 1000, em outubro do ano passado, no piso veloz de Xangai. Ele também faturou o Masters de Cincinnati em 2019.

O oitavo troféu da carreira rendeu ao russo o prêmio de 225.210 euros e ratificou seu retorno ao quarto lugar do ranking nesta segunda-feira, superando o contundido Roger Federer. Ele é o quarto russo a ganhar Paris, repetindo Marat Safin (tricampeão), Nikolay Davydenko e Karen Khachanov.

Final bem disputada
No duelo entre os dois recentes finalistas do US Open, Zverev novamente se mostrou muito firme com o serviço no primeiro set, tendo acertado incríveis 83% do primeiro saque e com isso perdeu apenas cinco desses pontos. Escapou de um game duro para fazer 4/3 e chegou aos únicos break-points na hora certa, fechando o set na terceira oportunidade.

Medvedev não se abateu. Manteve-se firme na base e conseguiu algumas boas variações como curtas. Zverev se salvou numa longa disputa de 15 minutos no terceiro game, mas acabou quebrado no nono. Com apenas oito erros frente a 15 e com mais winners (14 a 11), o russo levou o set mesmo com apenas 42% de aproveitamento do primeiro saque.

Confiante, Medvedev embalou. Obteve logo de cara uma quebra e aí salvou três break-points com extrema coragem. Zverev não conseguia mais incomodar com o saque, perdeu outro serviço mostrando cansaço e aí o russo administrou a grande vantagem, obtendo nova quebra para finalizar.

Num jogo de 33 lances com mais de nove rebatidas (22 a 11 para o russo), o campeão fez mais winners (35 a 31) e menos erros (25 a 31). Curiosamente, Medvedev fez mais aces: 14 a 11.

Zverev perdeu assim a sequência de 12 vitórias, que inclui dois títulos de ATP 250. Ele tentava o quarto Masters e o primeiro desde 2018.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva