Notícias | Dia a dia
Zverev supera Wawrinka e desafia Nadal na semi
06/11/2020 às 19h15

Zverev venceu Nadal apenas uma vez em seis jogos

Foto: Divulgação

Paris (França) - No jogo que encerrou a rodada desta sexta-feira pelo Masters 1000 de Paris, Alexander Zverev garantiu a última vaga entre os semifinalistas do torneio em quadras duras e cobertas. O alemão de 23 anos venceu um duelo de gerações contra Stan Wawrinka, veterano de 35 anos e 20º do ranking, por 6/3 e 7/6 (7-1) em 1h25 de partida.

Número 7 do mundo e vencedor de treze torneios da ATP, Zverev já conquistou três Masters 1000 e segue em busca de um título inédito em Paris. Neste sábado, ele desafia o vice-líder do ranking, Rafael Nadal. O espanhol lidera o histórico de confrontos entre eles por 5 a 1.

A vitória desta sexta-feira foi a 11ª seguida para Zverev no circuito. O jogador de 23 anos vem das conquistas de dois ATP 250 seguidos, que foram disputados na cidade alemã de Colônia em outubro. Fora das quadras, entretanto, convive desde a semana passada com as acusações de agressão à sua ex-namorada, a modelo russa Olga Sharypova.

Alemão aproveitou suas quatro chances de quebra
Para superar Wawrinka, Zverev liderou a contagem de aces por 8 a 2 e a de winners por 18 a 16. Ele cometeu apenas 20 erros não-forçados contra 26 do rival. Além disso, o alemão aproveitou todos os quatro break points que teve na partida, enquanto o suíço também criou quatro oportunidades, mas quebrou só duas vezes.

Wawrinka ameaçou o saque de Zverev ainda no quarto game da partida, mas não aproveitou a chance. Para piorar, teve o serviço quebrado logo na sequência. O suíço chegou a buscar o empate por 3/3, mas perdeu outros dois games de saque na reta final do set. Zverev venceu 12 dos últimos 16 pontos da parcial.

No segundo set, Wawrinka foi o primeiro a quebrar para fazer 4/2, e posteriormente 5/3. Sacando para o set, o suíço perdeu a chance de fechar e permitiu o empate ao rival. Zverev soube aproveitar o momento, ganhou confiança e seguiu jogando de forma consistente. No tiebreak, o suíço começou muito mal e logo se viu perdendo por 5-0. Bastou ao alemão manter o saque para definir a partida.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio