Notícias | Dia a dia
Melo e Kubot viram em Paris e se garantem no Finals
06/11/2020 às 13h50

Em sétimo lugar na corrida para o Finals, eles só podem ser ultrapassados por uma parceria

Foto: Divulgação

Paris (França) - O mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot terão muito o que comemorar nesta sexta-feira. Primeiro pela vitória de virada sobre os franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut, com parciais de 6/7 (4-7), 6/3 e 10-8, que os garantiu nas semifinais do Masters 1000 de Paris. Depois pela classificação pelo quarto ano consecutivo ao ATP Finals.

A campanha desta semana no Palácio de Bercy leva a dupla mineiro-polonesa aos 2.140 pontos na corrida para Londres, na sétima colocação. Agora, eles só podem ser ultrapassados por uma parceria, a do austríaco Jurgen Melzer com o francês Edouard Roger-Vasselin, que ainda seguem vivos em Paris, garantindo assim um lugar entre os oito melhores da temporada.

Aos 37 anos, Marcelo Melo fará sua oitava participação consecutiva no ATP Finals e a quarta ao lado de Kubot. O mineiro de Belo Horizonte atuou em todas as edições desde 2013. Ele tem dois vice-campeonatos, o primeiro em 2014 ao lado do croata Ivan Dodig e o segundo em 2017 já com seu perceiro atual.

Cabeças de chave número 4, o mineiro e o polonês terão agora pela frente o canadense Felix Auger-Aliassime e o polonês Hubert Hurkacz, que derrubaram  australiano John Peers e o neozelandês Michael Venus nas quartas com parciais de 4/6, 7/5 e 11-9.

Melo e Kubot mais uma vez tiveram trabalho e assim como na partida anterior só definiram a vitória no match-tiebreak. O primeiro set foi o mais movimentado, com os franceses primeiro abrindo 4/2 e depois com o mineiro e o polonês revertendo a situação. Eles chegaram a sacar para fechar em 6/5, perderam um set-point no ‘ponto decisivo’ e a definição foi para o tiebreak.

Mahut e Herbert venceram o desempate, mas levaram a pior na segunda parcial em que uma quebra solitária no oitavo game definiu o empate. Veio então o match-tiebreak para decidir quem avançaria. O mineiro e o polonês foram levemente superiores e fecharam no terceiro match-point que tiveram, o primeiro com o saque a seu favor.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva