Notícias | Dia a dia
Wawrinka acaba com série de Rublev e faz quartas
05/11/2020 às 20h38

Wawrinka encerrou invencibilidade de onze jogos do russo e agora enfrenta Zverev

Foto: Divulgação

Paris (França) - No jogo que encerrou a programação desta quinta-feira pelo Masters 1000 de Paris, Stan Wawrinka conseguiu uma importante vitória de virada e eliminou Andrey Rublev do torneio em quadras duras e cobertas. O suíço começou atrás no placar, mas buscou a virada com parciais de 1/6, 6/4 e 6/3 em 1h41 de partida.

Wawrinka, veterano de 35 anos e número 20 do ranking, venceu Rublev pela segunda vez em três jogos. De quebra, encerrou uma invencibilidade de 11 jogos do jovem russo de 23 anos e oitavo colocado. Rublev vem de dois títulos seguidos nos ATP 500 de São Petersburgo e Viena, tem 40 vitórias no ano e perdeu apenas dois dos últimos 22 jogos que disputou.

O próximo jogo de Wawrinka em Paris será contra o alemão Alexander Zverev, número 7 do ranking. O suíço tenta uma vitória inédita diante do alemão, que venceu os três duelos anteriores entre eles.

O início de partida sinalizava mais uma vitória de Rublev, dando continuidade à sua ótima fase no circuito. O russo dominava os pontos com seu potente forehand e também se aproveitava da inconsistência do suíço para conseguir três quebras. O suíço fez 9 a 7 em winners na parcial, mas cometeu 17 erros contra apenas 8 do russo.

No segundo set, Wawrinka passou a explorar um pouco mais o backhand do russo, especialmente em seus games de saque, e passou a ter menos problemas com as devoluções do rival. O suíço disparou quatro aces e cedeu apenas seis pontos em seus games de serviço. Rublev, que não havia sofrido quebras de serviço em Viena, acabou perdendo um game de saque e foi decisivo para a perda do set. Cada jogador cometeu nove errros e Wawrinka fez um winner a mais, 9 a 8.

Já na parcial decisiva, o suíço continuou sacando muitíssimo bem. Ele sequer enfrentou break points e só perdeu cinco pontos em seu serviço. Já na reta final da partida, conseguiu mais duas quebras e consolidou a virada. Wawrinka terminou o jogo com 27 a 24 em winners e cometeu 32 erros contra 27 de seu adversário.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva