Notícias | Dia a dia
Nadal vira o jogo e celebra a milésima vitória
04/11/2020 às 17h15

Das mil vitórias que Nadal tem no circuito, 482 foram no piso duro

Foto: ATP

Paris (França) - Pouco mais de três semanas depois de conquistar seu 13° título de Roland Garros e o vigésimo Grand Slam, Rafael Nadal conseguiu mais uma marca histórica em Paris. Em sua estreia no Masters 1000 local, em quadras duras e cobertas, Nadal começou atrás no placar, mas venceu o compatriota Feliciano López por 4/6, 7/5 e 6/4 e conseguiu a vitória número 1.000 de sua carreira.

Aos 34 anos, Nadal se torna o quarto jogador a conseguir mil vitórias em simples no circuito da ATP, juntando-se a Jimmy Connors, Roger Federer e Ivan Lendl. Entre os duplistas, os gêmeos norte-americanos Bob e Mike Bryan também já conseguiram essa marca, bem como o canadense Daniel Nestor. Entre as mulheres, apenas Martina Navratilova e Chris Evert venceram mais de mil jogos no circuito da WTA.

De suas mil vitórias no circuito, 482 foram no piso duro. Já no saibro, sua superfície favorita, venceu outros 445 jogos e tem um impressionante aproveitamento de 91,8%. Nadal tem ainda mais 71 vitórias na grama e duas em quadras de carpete.

A vitória desta quarta-feira foi a décima de Nadal em 14 jogos contra López no circuito. O número 2 do mundo havia perdido os dois últimos duelos contra o veterano de 39 anos e atual 64º do ranking.

O próximo adversário de Nadal em Paris será o australiano Jordan Thompson, que venceu o croata Borna Coric por 2/6, 6/4 e 6/2. O confronto com Thompson, jogador de 26 anos e 61º colocado, é inédito no circuito profissional.

Início complicado para o número 2 do mundo
Nadal começou a partida em ritmo lento e teve o serviço quebrado com uma dupla-falta logo no game de abertura. López soube administrar a vantagem ao longo do primeiro set. Mesmo com apenas 48% de primeiros serviços em quadra, ele disparou oito aces e escapou do único break point que enfrentou na parcial.

O canhoto de 39 anos fez 14 a 9 winners e cometeu um erro a menos, 11 contra 12 de Nadal. Além disso teve domínio nos pontos mais curtos, definidos em até cinco trocas de bola, com 24 a 19. Ele também fez 7 a 5 entre cinco e nove trocas, enquanto Nadal venceu os três ralis mais longos do set.

Saque de Nadal fez a diferença a partir do segundo set
Com López ainda oscilando e com dificuldades para colocar o primeiro saque na quadra, Nadal foi encontrando o melhor tempo das devoluções, ficando um pouco mais perto da linha de base. Ele teve dois break points no início do segundo set, mas não os aproveitou. Mais tarde, no sexto game, López escapou de outras três chances de quebra, sempre sacando muito bem.

Mas Nadal também vinha em ótima forma no saque. Ele disparou nove aces na parcial e cedeu só quatro pontos em seus games de serviço. O número 2 do mundo manteve esse desempenho durante o tiebreak e venceu um ponto importante no saque do adversário. Nadal fez 17 a 16 em winners e cometeu 13 erros contra 15 de López.

O momento do jogo ficou ainda mais favorável a Nadal depois que ele conseguiu uma quebra no início do terceiro set, apostando em devoluções cada vez mais agressivas no segundo serviço do rival. Logo na sequência, o número 2 do mundo escapou de alguns break points para manter a vantagem.

Depois disso, o vencedor de 20 títulos de Grand Slam voltou a sacar muito bem e assim continuou até o fim da partida, seguindo sem enfrentar break points para conquistar a histórica milésima vitória e seguir na busca por um título inédito na capital francesa.  

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio