Notícias | Dia a dia
Goffin cai na estreia e encerra o ano, Carreño vence
03/11/2020 às 18h10

Goffin terminou a temporada com quatro eliminações seguidas em estreias

Foto: Divulgação

Paris (França) - A temporada de David Goffin chegou ao fim nesta terça-feira, com a eliminação ainda na estreia do Masters 1000 de Paris. Goffin perdeu por 6/4 e 7/6 (8-6) para o eslovaco vindo do quali Norbert Gombos, jogador de 30 anos e 105º do ranking.

Goffin vinha de outras três eliminações em estreias, em Roma, Roland Garros e Antuérpia. Além disso, o belga de 29 anos chegou a ser diagnosticado com a Covid-19, o que prejudicou seu calendário de treinos e competições na reta final da temporada.

"Eu não tinha muitas expectativas no torneio aqui. Fiquei feliz por vir apenas para me testar um pouco, porque não estava muito bem no torneio da Antuérpia. Ainda estava um pouco difícil para respirar. Este foi meu último torneio da temporada, mas serviu para ver como estou fisicamente e como eu estava me recuperando do vírus", disse Goffin após a partida.

"Fico feliz que a temporada acabou, porque agora posso pensar mais no futuro e fazer uma preparação para me recuperar de tudo mentalmente, fisicamente, e já pensar na próxima temporada", acrescenta o 14º do ranking, que venceu 12 jogos no ano e não conquistou títulos.

Algoz de Goffin em Paris, Gombos marcou a maior vitória da carreira. Seu próximo adversário é o espanhol Pablo Carreño Busta, cabeça 9 do torneio, que derrotou o alemão Jan-Lennard Struff por 7/6 (7-3) e 6/2.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva