Notícias | Dia a dia
Diretor de Viena: 'Fala de Djokovic foi desnecessária'
02/11/2020 às 11h35

Viena (Áustria) - Diretor do ATP 500 de Viena, Herwig Straka não ficou nem um pouco feliz com a afirmação feita pelo sérvio Novak Djokovic após sua eliminação no torneio, surpreendido nas quartas de final pelo italiano Lorenzo Sonego. O número 1 do mundo minimizou o ocorrido e disse ter feito ‘o que precisava no torneio’.

Questionado sobre a declaração do sérvio, o dirigente se mostrou frustrado com Djokovic, que só disputou o ATP de Viena graças a um convite da organização. “Acho essas declarações desnecessárias. Mesmo que você pense assim, não é algo para se dizer em nenhuma entrevista coletiva”, comentou Straka.

Com a campanha na semana passada, Djokovic praticamente assegurou a liderança do ranking até o fim da temporada e só perderá o número 1 caso aconteça uma combinação enorme de resultados, que precisaria começar com o título de Rafael Nadal no Masters 1000 de Paris e em seguida com a presença de última hora do espanhol no ATP 250 de Sófia, onde ele também precisa ser campeão.

O sérvio tem tudo para terminar o ano na ponta e assim igualar o norte-americano Pete Sampras, único até então a fechar seis temporadas como o melhor do mundo. Djokovic deixaria assim para trás Nadal e o suíço Roger Federer, que têm cinco temporadas encerradas como número 1 do mundo.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva