Notícias | Dia a dia
Sonego mantém embalo e chega à final em Viena
31/10/2020 às 13h31

Sonego, de 25 anos, vive a melhor fase da carreira e vai em busca de seu segundo ATP

Foto: Divulgação

Viena (Áustria) - Um dia depois de conseguir a maior vitória da carreira, Lorenzo Sonego manteve o embalo e garantiu seu lugar na final do ATP 500 de Viena. Algoz do número 1 do mundo Novak Djokovic nas quartas de final, o italiano de 25 anos venceu a semifinal deste sábado contra o britânico Daniel Evans, 33º do ranking, por 6/3 e 6/4 em 1h20.

Sonego tem um título de ATP, conquistado na grama de Antalya, na Turquia, no ano passado. A final em Viena é apenas a sua segunda na elite do circuito. Já nos torneios de nível challenger, possui três títulos e um vice-campeonato.

+ Anderson sente lesão e Rublev joga 5ª final no ano
+ Algoz de Djokovic, Sonego celebra 'melhor jogo da vida'
+ Lucky-loser, Sonego surpreende e derruba Djokovic

O adversário de Sonego na decisão de domingo às 10h (de Brasília) será o russo Andrey Rublev, número 8 do mundo. Eles se enfrentaram apenas uma vez, no challenger de Cortina, na Itália, em 2016. Na ocasião, Rublev levou a melhor. O russo de 23 anos já tem seis títulos no circuito, quatro deles neste ano. Já o italiano busca sua segunda vitória contra top 10.

Atualmente com o melhor ranking da carreira, no 42º lugar, Sonego certamente irá melhorar essa marca. Depois de entrar na chave como lucky-loser, tendo perdido na rodada final do qualificatório, venceu mais quatro jogos na chave principal em Viena e está ganhando mais dez posições. Se for campeão, entrará no top 30 do ranking mundial.

Italiano sacou bem e abriu vantagem cedo
Com ótimo desempenho no saque, Sonego sequer enfrentou break points durante o primeiro set e cedeu apenas quatro pontos em seus games de serviço. O italiano estabeleceu um rápido domínio no início da partida, vencendo 12 dos primeiros 14 disputados para abrir 3/0 e administrar a vantagem ao longo de todo o set.

A parcial seguinte começou com três quebras seguidas e novamente Sonego ficou em vantagem. Depois disso, o italiano confirmou de zero seus dois próximos games de saque para abrir 4/2. Evans teve uma chance de devolver a quebra no oitavo game e não a aproveitou. O britânico até confirmou seu último game de serviço, mas logo depois Sonego voltou a sacar bem e fechou o jogo. O italiano disparou três aces na partida, liderou nos winners por 25 a 10 e cometeu 10 erros contra 13 do rival.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva