Notícias | Dia a dia
Djokovic lamenta a perda de sacerdote ortodoxo
31/10/2020 às 10h57

Sérvio homenageou o religioso, que morreu na última sexta-feira, aos 83 anos

Foto: Divulgação

Viena (Áustria) - Além da surpreendente derrota nas quartas de final do ATP 500 de Viena, Novak Djokovic também viveu um dia triste fora das quadras na última sexta-feira. Antes mesmo do jogo contra o italiano Lorenzo Sonego, 42º do ranking, Djokovic havia postado em suas redes sociais uma mensagem de apoio a Amfilohije Radovic, importante sacerdote da Igreja Ortodoxa Sérvia, que morreu no mesmo dia, aos 83 anos.

"Este é um dia muito triste, escreveu Djokovic, em seu perfil no Instagram. "Tive o privilégio e a honra de tê-lo conhecido, de passar algum tempo com ele e de sentir a bela energia que possuía. Embora ele não esteja mais fisicamente conosco, tenho certeza que seu espírito se fará sentir por muito tempo entre nós".

+ Djokovic minimiza queda: 'Fiz o que precisava aqui'
+ Algoz de Djokovic, Sonego celebra 'melhor jogo da vida'
+ Lucky-loser, Sonego surpreende e derruba Djokovic

"Acho que devemos lembrá-lo com um sorriso e ser gratos por tudo o que ele fez, especialmente com a recente turbulência política em Montenegro. Havia muito em jogo, especialmente quando se tratava da igreja. E ele foi corajoso ao liderar o caminho, dando o exemplo de como preservar e nutrir nossa herança cultural e nossas tradições", acrescentou o sérvio de 33 anos.

Na entrevista coletiva após o jogo, Djokovic respondeu à pergunta do jornalista sérvio Sasa Ozmo sobre o quanto a notícia também interferiu no seu rendimento. "Para ser sincero, eu não tinha muita vontade de jogar. Essa notícia me afetou, mas não a ponto de eu não poder atuar".

O sérvio também havia dito que chegou ao torneio com o foco de manter o número 1 até o fim da temporada. Embora ainda não tenha assegurado a posição matematicamente, ficou em situação muito cômoda na disputa com Rafael Nadal pela liderança. "Vim a Viena com um objetivo e o cumpri. Este certamente foi um dia muito estranho, mas essas coisas acontecem. Tenho que seguir em frente e virar a página. Vou passar um tempo com minha família, estou voltando para a Sérvia. Farei uma boa preparação para Londres para ter um bom final de temporada".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva