Notícias | Dia a dia
'Joguei o meu melhor na hora certa', vibra Djokovic
28/10/2020 às 19h05

Djokovic escapou de três chances de quebra na primeira parcial e também salvou quatro set points

Foto: Divulgação

Viena (Áustria) - Depois de vencer mais um jogo difícil pelo ATP 500 de Viena, Novak Djokovic acredita que jogou seu melhor tênis nos momentos decisivos do confronto contra Borna Coric pelas oitavas de final. O sérvio escapou de três chances de quebra e salvou quatro set points durante a primeira parcial do jogo. Já na parcial seguinte, conseguiu dominar a disputa.

"Foi um jogo muito cansativo e muito desafiador. Obviamente, o Borna lutou muito. Ele é um bom amigo meu fora das quadras. A gente se conhece há bastante tempo", disse Djokovic após a vitória por 7/6 (13-11) e 6/3. "Estou muito feliz por ter mantido o foco e jogar o meu melhor na hora certa".

+ Djokovic salva 4 set points e se garante nas quartas
+ ATP: Djokovic precisa do título para assegurar o nº 1

+ 'Tive um pouco de sorte no 1º set', diz Djokovic

Djokovic enalteceu a grande partida de Coric, jovem de 23 anos e 24º do ranking. "Ele tem um estilo de jogo semelhante ao meu. O backhand dele é muito sólido e ele está tentando definir os pontos com o forehand. Ele também sacou muito bem, principalmente no primeiro set. Foi muito difícil para mim devolver o saque", comenta o sérvio, que não teve break points no set inicial.

O número 1 do mundo comparou o roteiro do jogo com o da estreia diante do também sérvio Filip Krajinovic. Na ocasião, ele perdia a primeira parcial por 5/3 e também precisou salvar set point antes de definir a disputa em sets diretos. "Acho que o tiebereak decidiu a partida, assim como aconteceu no jogo de ontem contra o Krajinovic".

"Eu consegui ler a tentativa de passada dele no 6-5 tie-break. Ele tinha um backhand muito fácil, eu percebi e fiz um voleio curto de forehand", explica o sérvio, a respeito de um dos quatro set points que precisou salvar. O saque também foi fundamental em alguns momentos de pressão, além de ele ter contado com um erro do adversário em uma das chances de definir o set.

Djokovic terá um dia de descanso e só volta a atuar na sexta. Seu próximo adversário virá da partida entre o jovem polonês de 23 anos Hubert Hurkacz e o italiano Lorenzo Sonego.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva