Notícias | Dia a dia
Rublev marca 35ª vitória no ano, Monfils abandona
26/10/2020 às 16h52

Rublev tem quatro títulos no ano e é o segundo jogador que mais venceu em 2020

Foto: Arquivo

Viena (Áustria) - Em ótima temporada no circuito e ainda sonhando com uma vaga no ATP Finals, Andrey Rublev estreou bem no ATP 500 de Viena e marcou sua 35ª vitória em 2020. O jovem russo de 23 anos e número 8 do mundo superou nesta segunda-feira o eslovaco vindo do quali Norbert Gombos por 6/3 e 6/2 em apenas 1h de partida.

Rublev é o segundo jogador com maior número de vitórias na temporada. Ele só fica atrás do número 1 do mundo Novak Djokovic, que venceu 37 partidas. Vencedor de seis torneios da ATP, o russo já ganhou quatro torneios em 2020, em Doha, Adelaide, Hamburgo e São Petersburgo.

Durante a rápida partida desta segunda-feira, Rublev disparou 11 aces e não enfrentou break points, cedendo apenas 10 pontos em seus games de serviço. O russo pressionou nas devoluções, especialmente quando o rival dependia do segundo saque. Ele venceu 11 pontos em 19 possíveis nessas condições. Isso o ajudou a criar quatro break points e conseguir três quebras. Seu próximo adversário virá do jogo entre o norueguês Casper Ruud e o italiano Jannik Sinner.

Anderson e Coric avançam, Monfils sente lesão
Campeão do ATP de Viena em 2018, Kevin Anderson teve trabalho para superar a estreia. Ele precisou de 2h44 para vencer o austríaco Dennis Novak por 6/7 (2-7), 6/4 e 7/6 (8-6). Veterano de 34 anos e ex-número 5 do mundo, Anderson está atuando com o ranking protegido no torneio. O sul-africano fez duas cirurgias no joelho direito e ocupa hoje o 111º lugar.

O próximo adversário de Kevin Anderson é o espanhol Pablo Carreño Busta, número 15 do mundo. Ele vencia o duelo contra Gael Monfils por 6/1 e 2/0 antes de o francês abandonar por lesão no pescoço. Anderson e Carreño Busta já se enfrentaram cinco vezes e o sul-africano venceu quatro jogos.

Quem também avançou foi Borna Coric. O croata de 23 anos e 24º do ranking marcou um duplo 6/4 contra o norte-americano Taylor Fritz. Ele agora espera pelo vencedor do duelo sérvio entre o número 1 do mundo Novak Djokovic e o compatriota Filip Krajinovic, 30º colocado, que se enfrentam nesta terça-feira.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva