Notícias | Dia a dia
Nadal: 'Não mudaram bolas de RG por minha causa'
23/10/2020 às 15h51

Manacor (Espanha) - Uma das maiores polêmicas durante a disputa de Roland Garros, a mudança das bolas do torneio mais uma vez foi assunto para o espanhol Rafael Nadal, que mesmo com a troca manteve seu domínio na competição e levantou a taça no saibro parisiense pela 13ª vez, batendo o sérvio Novak Djokovic na final com direto a ‘pneu’ no primeiro set.

Durante a disputa do Slam francês, Nadal foi um dos críticos às novas bolas, alegando que elas eram muito lentas e pesadas, o que se agravava ainda mais com as condições climáticas do torneio, muito mais frio do que de costume. Isso levou a fabricante a se posicionar sobre o assunto, defendendo a qualidade das bolas usadas na edição deste ano.

+ Mudança na bola de Roland Garros preocupa Nadal
+ Wilson rebate Nadal e garante que bolas são boas

Em entrevista ao El Periodo, o canhoto de Mallorca colocou panos quentes na discussão e também um ponto final nas teorias da conspiração. “Por favor, aquela tese que ouvi e li sobre mudarem as bolas por minha causa é um absurdo, um ultraje. Roland Garros mudou de patrocinador e o novo patrocinador faz suas próprias bolas”, resumiu Rafa.

“O meu relacionamento com Roland Garros é excelente, não tenho reclamações, nem do público, nem da organização. A minha sensação é que todos os anos eles ficam muito, muito felizes por minhas vitórias”, complementou o espanhol, que com a conquista em Paris igualou o recorde de títulos de Grand Slam do suíço Roger Federer, ambos agora com 20 taças.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva