Notícias | Dia a dia
Stefani e Dabrowski batem favoritas e vão à semi
21/10/2020 às 11h39

Ostrava (República Tcheca) - A parceria da paulista Luisa Stefani com a top 10 de duplas Gabriela Dabrowski vem colhendo frutos no Premier de Ostrava. Nesta quarta-feira, a brasileira e a canadense conquistaram uma grande vitória sobre as cabeças de chave 3, batendo a norte-americana Bethanie Mattek-Sands e a tcheca Barbora Strycova com parciais de 6/4 e 7/6 (7-4).

Primeiras classificadas para as semifinais, com o triunfo conquistado em 90 minutos de disputa, Stefani e Dabrowski esperam agora pelas próximas adversárias, que virão de um confronto que ainda sequer foi definido.

Segunda dupla mais bem cotada ao título, as locais Keterina Siniakova e Barbora Krejcikova ainda precisam estrear contra a compatriota Renata Voracova e a sueca Cornelia Lister; quem vencer enfrentará a polonesa Magda Linette e a suíça Jill Teichmann nas quartas. Deste confronto sairão as rivais de Stefani e Dabrowski na semi.

A paulista e a canadense largaram bem na partida e logo de cara abriram 2/0. Mattek-Sands e Strycova chegaram a empatar em 2/2, mas levaram nova quebra na sequência, viram Stefani e Dabrowski marcar 4/2 e depois administrarem a vantagem até o fim para levar o primeiro set.

Na segunda parcial, o primeiro break veio para a norte-americana e a tcheca, que novamente não tiveram muito tempo para comemorar e perderam a vantagem em seguida. Sem novas quebras a definição foi para o tiebreak, em que a dupla da brasileira com a canadense saiu abrindo 5-1 e entã apenas se manteve à frente para selar a vitória.

Campanha rende 185 pontos no ranking
A campanha até a semifinal rende 185 pontos no ranking da WTA, com possibilidade de 305 em caso de mais uma vitória e 470 se for campeã. Luisa Stefani tem dois títulos de WTA ao lado da norte-americana Hayley Carter e mais dois vices com a mesma parceira. A paulistana de 23 anos e 36ª do ranking nunca chegou à final de um torneio Premier.

Como o ranking de duplas considera apenas os 11 melhores resultados, e a WTA está considerando campanhas de março de 2019 a dezembro de 2020, Stefani tem 140 pontos a descartar. Dessa forma, seu avanço por enquanto é mínimo. Mas ela pode se aproximar do top 30 com mais uma vitória e entrar nesse grupo em caso de título.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva