Notícias | Dia a dia
Demoliner busca novo parceiro, Matos e Alves caem
20/10/2020 às 17h47

Demoliner foi finalista em São Petersburgo na última semana

Foto: St. Petersburg Open

São Petersburgo (Rússia) - A boa campanha até a final do ATP 500 de São Petersburgo foi a última de Marcelo Demoliner ao lado do holandês Matwe Middelkoop. O gaúcho de 31 anos conta que a decisão já estava tomada desde a eliminação na estreia em Roland Garros. Agora, Demoliner busca um novo parceiro para o restante da temporada e pensando também em 2021.

"Depois do nosso jogo em Roland Garros, a gente teve uma conversa e meu parceiro preferiu não continuar", disse Demoliner, em seu canal no YouTube. "Então, agora eu vou começar a me organizar e buscar uma nova parceria para o ano que vem".

+ Demoliner ganha 4 posições no ranking de duplas
+ Demoliner fica com vice de duplas em São Petersburgo

"Eu respeito a decisão dele. Isso faz parte, já estamos acostumados aqui no circuito. E agora eu vou me organizar no fim do ano, pensando na próxima temporada", acrescenta o atual 44º colocado no ranking. Com Middelkoop, Demoliner foi campeão do ATP 250 de Moscou no ano passado e em Córdoba este ano. O gaúcho também tem um título na grama de Antalya, em 2018, ao lado do mexicano Santiago Gonzalez.

Brasileiros caem na estreia de challengers
A parceria brasileira formada pelo gaúcho Rafael Matos e o paulista Felipe Meligeni Alves foi eliminada ainda na primeira rodada do challenger de Istambul, em quadras duras. Os brasileiros perderam para o norte-americano Hunter Reese e o polonês Jan Zielinski por 6/1, 4/6 e 10-7.

Já pelo challenger de Ismaning, na Alemanha, em quadras de carpete, Fernando Romboli e o taiwanês Tsung-Hua Yang perderam para o tcheco Zdenek Kolar e o francês Albano Olivetti por 6/3, 6/7 (6-8) e 10-7.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva