Notícias | Dia a dia
Cé para no quali de forte ITF nos Estados Unidos
19/10/2020 às 17h28

Cé não corre o risco de perder pontos em razão das mudanças no ranking

Foto: Arquivo

Macon (EUA) - A número 1 do Brasil Gabriela Cé tentou o quali para o ITF W80 de Macon, no estado norte-americano da Geórgia. O torneio disputado em quadras de piso duro terá duas jogadoras do top 100 e todas as inscritas da chave principal entre as 150 melhores do mundo.

Cé, atual 236ª do ranking, perdeu ainda na primeira rodada do quali. A canhota gaúcha de 27 anos caiu diante da norte-americana Claire Liu, jovem de 20 anos e 245ª colocada, com duplo 6/2 nesta segunda-feira.

Algoz de Gabriela Cé, Liu foi campeã juvenil de Wimbledon em 2017 e liderou o ranking mundial da categoria. Entre as profissionais, já foi 137 do mundo no ano passado. Ela agora pode enfrentar a polonesa Magdalena Frech ou a norte-americana Jamie Loeb.

Na atual temporada, Gabriela Cé conseguiu apenas duas vitórias. A mais recente foi no final de agosto, em um torneio da série 125k da WTA em Praga. Seu próximo torneio será outro ITF W80 nos Estados Unidos, desta vez em Tyler no Texas.

Como a WTA modificou o cálculo do ranking, considerando os resultados entre março do ano passado e dezembro de 2020, a gaúcha não corre risco de perder pontos. Ela teve um bom ano em 2019, quando saltou do 388º para o 243º lugar, chegando a ocupar a melhor marca da carreira em setembro, quando esteve na 221ª posição.

O torneio de Macon atraiu nomes como a 86ª do ranking Misaki Doi, a sérvia Nina Stojanovic (98ª), além de Aliona Bolsova (102ª) e Monica Puig (103ª). Jovens promessas como a norte-americana Caty McNally e a ucraniana Marta Kostyuk, assim como a veterana Sara Errani. A ex-top 5 Eugenie Bouchard está no quali.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva