Notícias | Dia a dia
Finalistas na Itália e jovens espanhóis se destacam
19/10/2020 às 08h37

Com apenas 17 anos, Alcaraz já ganhou mais de 300 colocações na atual temporada

Foto: ATP

Miami (EUA) - As principais subidas do top 100 da ATP foram protagonizadas pelos dois finalistas do ATP 250 da Sardenha. Curiosamente, o vice-campeão Marco Cecchinnato ganhou mais terreno do que o campeão Laslo Djere. O italiano melhorou 26 lugares e agora é o 77º do mundo e o sérvio ganhou 21 posições e saltou para a 53ª.

Dois espanhóis da nova geração aproveitaram as boas campanhas na semana passada para alcançarem seus melhores lugares no ranking. Destaque para Alejandro Davidovich Fokina, que foi até as semifinais do ATP 250 de Colônia e com isso teve a terceira melhor ascensão, saindo da 71ª para a atual 64ª colocação na ATP.

Dois anos mais velho que o compatriota de 21 anos, Pedro Martinez optou por jogar o challenger de Alicante e ficou com o vice, conquistando 48 pontos. Isso impulsionou sua colocação no ranking e o fez subir cinco lugares, assumindo o 92º posto nesta segunda-feira.

Outro jovem espanhol, o promissor Carlos Alcaraz, foi o campeão em Alicante e comemorou não apenas a conquista, mas também uma boa subida de 22 posições rumo a uma inédita vaga no top 100. O tenista de apenas 17 anos alcançou o 136º lugar nesta lista e vem em franca ascensão neste ano, no qual começou figurando na modesta 492ª colocação.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva