Notícias | Dia a dia
Murray e Bautista desistem de competir na Alemanha
18/10/2020 às 12h59

Murray também perdeu nesta semana na estreia de Colônia diante de Verdasco

Foto: Arquivo

Colônia (Alemanha) - Depois de aceitar convite e aparecer na chave, o escocês Andy Murray anunciou neste domingo que não terá condições físicas de competir pela segunda semana seguida em Colônia. O ex-número 1 do mundo voltou a sentir o problema que o afetou no US Open: os dois músculos chamados psoas e ilíaco, localizados no quadril.

Segundo o britânico, a inflamação voltou e assim ele precisará de ao menos duas semanas para se recuperar, marcando possível volta para o Masters de Paris, caso receba convite. Ele disputou apenas sete partidas na temporada, sendo quatro delas após a pandemia. Passou uma rodada em Flushing Meadows e caiu nas estreias de Roland Garros e de Colônia. Com isso, ocupa o 115º posto do ranking.

Outra baixa no torneio alemão já era prevista: o espanhol Roberto Bautista precisou de atendimento médico durante a semifinal de sábado em que caiu diante do canadense Felix Aliassime e achou melhor se poupar.

Os dois serão substituídos pelo australiano Alex Popyrin e o indiano Sumit Nagal, que foram derrotados na última rodada do qualificatório. Isso também provocou a ascensão de Marin Cilic como cabeça de chave. Veja como ficou a chave modificada de Colônia.

O segundo ATP 250 de Colônia já havia sofrido as baixas do suíço Stan Wawrinka e do francês Gael Monfils, ambos antes do sorteio da chave principal.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva