Notícias | Dia a dia
Rublev vira, sobe no ranking e busca 4º título do ano
17/10/2020 às 10h40

São Petersburgo (Rússia) - O russo Andrey Rublev não está para brincadeira. Aproveitando o fato de jogar em casa, ele conseguiu grande virada em cima do canhoto Denis Shapovalov e com isso buscará o quarto título de uma excelente temporada. De quebra, garantiu outro avanço e será o oitavo do mundo na segunda-feira.

Para anotar sua 33ª vitória em 40 jogos neste ano, Rublev marcou as parciais de 4/6, 6/3 e 6/4. Em busca do segundo título seguido de nível ATP 500, repetindo Hamburgo de um mês atrás, ele aguarda o vencedor do duelo entre o croata Borna Coric e o canadense Milos Raonic.

Campeão em Doha e Adelaide no começo de 2020, Rublev não perdeu o embalo na retomada do circuito após a pandemia. Além de faturar seu maior título no saibro de Hamburgo, foi às quartas tanto no US Open como em Roland Garros.

Com a final em São Petersburgo, irá subir duas posições no ranking e superar o argentino Diego Schwartzman. Fica assim cada mais perto de disputar o ATP Finals de novembro, que classificará os nove mais bem posicionados, uma vez que Roger Federer desistiu da disputa. Shapovalov por sua vez permanecerá no 12º lugar e precisará somar muitos pontos nas próximas semanas para lutar pela vaga.

Para empatar a disputa particular contra o canadense, agora com duas vitórias para cada lado, Rublev superou um primeiro set em que Shapovalov foi muito eficiente com o saque - ganhou 81% dos pontos com o primeiro serviço - e com isso impôs seu estilo agressivo. O russo no entanto aproveitou uma queda de consistência do adversário, que cometeu seguidas duplas faltas, e ainda culminou com pedido de atendimento médico para o ombro esquerdo.



Sempre consistente com o saque e seus poderosos golpes de base, Rublev salvou break-point no segundo game do set decisivo e obteve a quebra essencial para abrir 4/2, num momento em que o adversário se irritava com a torcida. Com apenas dois pontos cedidos com seu próprio saque, o russo concluiu a vitória após 2h07.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva