Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Alemães superam Soares e defendem o título de RG
10/10/2020 às 14h29

Krawietz e Mies são apenas a quarta dupla masculina a defender o título em Roland Garros na Era Aberta

Foto: Nicolas Gouhier/FFT

Paris (França) - Pelo segundo ano consecutivo, os alemães Kevin Krawietz e Andreas Mies conquistaram o título nas duplas masculinas em Roland Garros. Eles superaram o brasileiro Bruno Soares e seu parceiro croata Mate Pavic por 6/3 e 7/5 na final deste sábado.

Krawietz e Mies são apenas a quarta dupla masculina a defender o título em Roland Garros. Os primeiros a conseguirem essa façanha foram Yevgeny Kafelnikov e Daniel Vacek, em 1996 e 1997. Depois, Jonas Bjorkman e Max Mirnyi foram bicampeões em 2006 e 2007. Por último, Mirnyi foi bicampeão em 2011 e 2012 ao lado de Daniel Nestor.

Uma história curiosa sobre Krawietz é que durante o período mais restrito da pandemia em seu país, o alemão dedicou parte de seu tempo a um trabalho como repositor de um supermercado em Munique. Pela função, ele recebia 450 euros. O alemão conta que a opção foi mais para retribuir sua comunidade e fazer alguma atividade -ele ia de bicicleta para o trabalho- do que por necessidade.

Soares fez sua melhor campanha e volta ao top 10
Bruno Soares, de 38 anos, fez o melhor resultado da carreira em Roland Garros. O mineiro de Belo Horizonte fez sua 13ª participação no Grand Slam parisiense, e já havia atingido duas semifinais. Ele e Pavic vinham em ótimo momento no circuito e já foram campeões do US Open este ano. A parceria entre ele e Soares começou na temporada de grama do ano passado e também foi campeã do Masters 1000 de Xangai.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Mercy Roland Garros, a bientôt 🙃 #wrongthropy #Seeyounextyear #norainnoflowers

Uma publicação compartilhada por Bruno Soares (@brunosoares82) em

Foi a nona final de Grand Slam na carreira de Bruno Soares. Ele tem três títulos nas duplas masculinas, dois no US Open e um na Austrália, e mais três nas duplas mistas, também com dois em Nova York e um em Melbourne. O mineiro disputou uma decisão em Paris pela primeira vez na carreira. Ele também tem um vice em Wimbledon nas duplas mistas.

O vice-campeonato em Paris rende 1.200 pontos no ranking da ATP a Bruno Soares, atual 18º no ranking dos especialistas em duplas. Assim, o ex-número 2 do mundo voltará ao top 10. Já o canhoto Pavic, de 27 anos, é o 11º colocado e já liderou o ranking no início de 2018. Krawietz está com 28 anos e ocupa o 16º lugar do ranking, Mies tem 30 anos e é o 17º colocado. Eles defendem os 2 mil pontos da temporada passada.

Alemães não sofreram quebras na partida
Os alemães foram muito eficientes no saque durante o primeiro set, já que não enfrentaram break points e cederam apenas cinco pontos em seus games de serviço. A única quebra aconteceu no saque de Bruno Soares, ainda no início do jogo, permitindo que eles abrissem 3/1 e sustentassem a vantagem até o fim da parcial.

A dupla germânica começou o segundo set salvando um break point pela primeira vez no jogo. Pouco depois, foram Soares e Pavic que correram riscos e conseguiram manter o serviço mesmo enfrentando três chances de quebra. Com o placar empatado por 5/5, o mineiro teve um 40-0 no saque, mas os alemães conseguiram dois winners de devolução seguidos e Mies jogou muito bem junto à rede para conseguir a quebra. No último game, os germânicos salvaram break points antes de confirmarem a vitória.

Comentários