Notícias | Dia a dia
Mateus Alves chega à semi em future português
09/10/2020 às 14h13

Mateus Alves também está na final de duplas, ao lado de Igor Marcondes

Foto: Fotojump

Setúbal (Portugal) - O jovem paulista Mateus Alves garantiu vaga na semifinal do ITF M15 de Setúbal, em Portugal. O jogador de 19 anos e 631º do ranking venceu o japonês Naoki Nakagawa, 698º colocado, por 3/6, 6/3 e 6/4.

Vindo do qualificatório, Alves já venceu seis jogos seguidos no torneio português em quadras de piso duro. Ele tem um título, conquistado no fim do ano passado no México, também em quadras sintéticas e busca a terceira final de sua carreira profissional.

Havia a possibilidade de um duelo brasileiro na semifinal. Mas o pernambucano João Lucas Reis, jovem de 20 anos e 584º do ranking, perdeu para o alemão Sebastian Fanselow, 451º colocado, por 7/6 (7-1) e 6/3.

Nas duplas, Mateus Alves e Igor Marcondes venceram a semifinal contra o alemão Sebastian Fanselow e o austríaco Maximilian Neuchrist por 6/4, 3/6 e 11-9. Os brasileiros encaram os portugueses Nuno Borges e Francisco Cabral na decisão. Alves tem dois títulos profissionais de duplas, ambos ao lado de Marcondes na atual temporada. Já seu parceiro, canhoto de 23 anos, busca o 14º troféu da carreria e o quinto do ano.

Gabriel Sidney na final na Tunísia
O canhoto Gabriel Sidney, natural de Curitiba, está na final de duplas do ITF M15 de Monastir, na Tunísia, em quadras duras. Sidney e o argentino Facundo Juarez venceram a semifinal contra o sueco Filip Bergevi e o britânico Stuart Parker por 6/7 (5-7), 7/6 (7-5) e 10-3. Os adversários da final serão o italiano Marco Bortolotti e o polonês Daniel Michalski. Sidney, de 23 anos, vem do circuito universitário norte-americano e busca o primeiro título como profissional.

Rebeca Pereira também se destaca
Outra tenista brasileira que busca um título profissional de duplas é Rebeca Pereira. A jogadora de 27 anos avançou no ITF W15 de Monastir, na Tunísia, ao lado da chilena Barbara Gatica. Elas venceram as eslovacas Katarina Kuzmova e Radka Zelnickova por 6/7 (4-7), 7/5 e 10-5. Rebeca Pereira tem seis títulos profissionais de duplas no circuito, todos ao lado de Gatica entre 2018 e 2019. Em simples, ela parou nas oitavas do tonreio.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva