Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Soares e Pavic vencem e vão à 2ª final de Slam seguida
08/10/2020 às 08h59

Bruno fará sua quinta final de Slam nas duplas masculinas e a primeira em Paris

Foto: Nicolas Gouhier/FFT

Paris (França) - O mineiro Bruno Soares e o croata Mate Pavic vivem fase iluminada nos Grand Slam. Depois de conquistarem o título do US Open, nesta quinta-feira eles garantiram vaga em mais uma final deste nível, agora em Roland Garros. E a vaga na decisão não poderia vir em melhor forma do que com uma vitória sobre os cabeças de chave 1, os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah.

Bruno vai em busca de seu sétimo título de Grand Slam, o quarto nas duplas masculinas. Além disso, pela segunda vez ele pode vencer dois títulos diferentes numa mesma temporada, algo que só Maria Esther Bueno conseguiu. Ele e Pavic concorrem ao prêmio de 319,6 mil euros, mas já têm garantidos 188 mil euros.

Depois de 14 meses, Soares também voltará enfim ao top 10, de onde saiu na lista de 19 de agosto do ano passado. Antes do US Open de um mês atrás, chegou a aparecer no 27º posto, sua mais baixa classificação desde 2015. Com os 1.200 pontos já garantidos, ele irá ao sexto lugar e em caso de título será o quarto, sempre atrás do parceiro Pavic.

Exibição consistente
Na primeira semifinal do dia, Soares e Pavic mostraram grande consistência em um jogo duríssimo. Mesmo assim eles conseguiram vencê-lo em sets diretos, marcando parciais de 7/6 (7-4) e 7/5 sobre os colombianos. Agora, eles aguardam pelos vencedores da partida entre os atuais campeões, os alemães kevin Krawietz e Andreas Mies e a dupla formada pelo holandês Wesley Koolhof e o croata Nikola Mectic.

A partida foi bastante equilibrada, com chances para ambos os lados e acabou sendo definida no detalhe. Soares e Pavic largaram na frente e conquistaram a primeira quebra do jogo, logo no terceiro game, mas não comemoraram por muito tempo e perderam o saque em seguida. Sem mais um break-point para qualquer lado, veio o tiebreak para decidir os vencedores.

Mais uma vez o mineiro e o croata saíram na frente e abriram 2-0, mas pouco depois veio a resposta dos rivais que empataram em 2-2. Um novo minibreak conquistado no nono ponto, deu a chance para Bruno e Mate precisarem apenas confirmar os dois serviços seguintes para fechar a parcial. Eles fizeram e assim abriram 1 a 0 no marcador.

O segundo set começou com papéis inversos, desta vez com Cabal e Farah começando melhor. Eles obtiveram um break no quinto game e abriram vantagem. Só que no oitavo veio a devolução da dupla mineiro-croata, que precisou de cinco break-points para enfim confirmar um. Os colombianos sacaram pressionados em 4/5 e 5/6, não passaram aperto na primeira, mas na segunda foram quebrados mais uma vez e se despediram do torneio.

Comentários