Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Carreño é mais um a ter problemas estomacais em RG
06/10/2020 às 08h59

Carreño se juntou a Thiem, outro que também reclamou de problemas no estômago

Foto: ATP

Paris (França) - Último a garantir vaga nas quartas de final de Roland Garros, derrubando o alemão Daniel Altmaier em três sets no fechamento da rodada de segunda-feira, o espanhol Pablo Carreño teve que superar um obstáculo extra no duelo válido pelas oitavas de final de Roland Garros. Ele revelou ter enfrentado problemas estomacais.

“Tive problemas de estômago, não me sentia bem. Às vezes é preciso vencer jogos sem estar a 100%, normalmente são os mais importantes. Agora vou tentar recuperar o mais rapidamente possível", afirmou o atual 18 do mundo, que na próxima fase irá reencontrar o sérvio Novak Djokovic pela primeira vez depois da fatídica partida entre eles no US Open.

"Será uma partida diferente da que aconteceu em Nova York, outra contra o número 1 do mundo. Será difícil com certeza e espero que ele esteja pronto para outra grande batalha. No US Open todos sabemos o que aconteceu, mas aqui Novak vai dar tudo. Tentarei fazer o meu melhor para vencê-lo. Por que não vou vencê-lo?", disse o espanhol.

Carreño não foi o único a encarar problemas no estômago durante e competição parisiense. Outro que padeceu do mesmo mal foi Dominic Thiem, que após sua vitória no último domingo, precisando de cinco sets para bater o francês Hugo Gaston, contou para o jornal austríaco DerStandard ter comido algo que não lhe caiu bem.

"Não estou muito entusiasmado com a comida nas instalações este ano. Tive alguns problemas de estômago nos últimos dias e depois conversei com o médico e o fisioterapeuta. Muitos jogadores tiveram problemas de estômago. Ou algo estava errado com a comida, ou um pequeno vírus se espalhou. Estava melhor ontem”, disse o vice-campeão dos dois últimos anos em Paris.

Comentários