Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Thiem: 'Tudo poderia acontecer naquele 5º set'
04/10/2020 às 19h44

Austríaco venceu uma batalha de cinco sets contra jovem francês nas oitavas e agora encara Schwartzman

Foto: ATP

Paris (França) - Vencedor de uma batalha de cinco sets pelas oitavas de final de Roland Garros, Dominic Thiem reconhece que temeu pela eliminação no confronto diante do convidado francês de 20 anos Hugo Gaston. O número 3 do mundo caminhava para uma vitória tranquila, mas viu o jovem rival, 239º do ranking, reagir no jogo e apostar em vários drop shots, que funcionaram muito bem nas condições mais lentas da quadra.

"Eu estava preocupado com o placar durante toda a partida. Os primeiros dois sets já haviam sido bem equilibrados. Então, eu perdi um break point quando estava 4/4 no terceiro, quando errei um forehand, e então eu senti que o jogo mudou", disse Thiem após a vitória por 6/4, 6/4, 5/7, 3/6 e 6/3 em 3h32 de partida neste domingo. "Tudo poderia ter acontecido naquele quinto set, mas acho que, por ter um pouco mais de experiência, consegui superar", acrescenta o jogador de 27 anos e campeão do US Open.

"Ele fez uma grande partida. Faz muito tempo que não via um cara com tanta habilidade, jogando ótimos drop-shots. Eu precisei correr 400 vezes para a rede. Eu não encontrei boas respostas para esses drop-shots. E então, de repente, o jogo estava 2 a 2. Todo o crédito para ele. Se continuar assim, será um grande jogador e vai trazer muita alegria para esse estádio no futuro", comentou sobre o jovem francês, que já havia surpreendido Stan Wawrinka na rodada anterior do torneio.

Depois de ter vencido seu primeiro Grand Slam sem a presença de torcedores, Thiem gostou do clima encontrado na quadra Philippe Chatrier. Ainda em meio à pandemia da Covid-19, o governo francês e a organização de Roland Garros permitiram apenas mil torcedores nas arquibancadas que podem comportar até 15 mil pessoas. "Acho que foi uma ótima atmosfera, embora o estádio estivesse longe de estar cheio. Mas foi uma grande atmosfera, sim".

Duelo com Schwartzman preocupa
Thiem enfrenta nas quartas de final o argentino Diego Schwartzman, 14º do ranking e finalista do Masters 1000 de Roma há duas semanas. "Estou feliz, é claro, por enfrentar um dos meus melhores amigos do circuito nas quartas de final", afirmou. "Contra o Diego, teremos alguns ralis longos, ele gosta dessas condições. A quadra está um pouco mais lenta e o quique da bola não é tão alto. Vai ser muito difícil".

"Do meu ponto de vista, é tudo uma questão de recuperação. Quero dizer, obviamente, as últimas semanas foram difíceis. Eu não estou mais com o tanque cheio. Isso é certeza. Então, eu tento me recuperar como tão bem quanto eu posso. Se eu for capaz de fazer isso, será um jogo emocionante. Se não, acho que ele será o grande favorito na terça-feira", acrescenta o austríaco, que tem seis vitórias e duas derrotas contra Schwartzman no circuito.

Comentários