Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Para Nadal, bom início de jogo foi fundamental
04/10/2020 às 16h32

Nadal acredita que os dois primeiros games foram determinantes para o placar

Foto: Nicolas Gouhier/FFT

Paris (França) - A tranquila vitória de Rafael Nadal nas oitavas de final teve um momento decisivo ainda no início, na opinião do número 2 do mundo. Para Nadal, vencer os dois longos primeiros games do duelo contra o norte-americano de 20 anos Sebastian Korda deu a confiança e tranquilidade para vencer a disputa sem maiores riscos.

"Acho que ele começou a partida jogando bem. Claro que foi difícil para ele, porque depois de ter feito dois games muito bons, ele estava perdendo por 2/0. Então o começo de jogo foi importante para mim", disse Nadal, após a vitória por 6/1, 6/1 e 6/2. "Quando você joga contra esses jovens talentos e eles começam bem no placar, eles ganham confiança. Então, para mim foi importante vencer aqueles dois games no começo".

+ Nadal faz quartas em Paris e deixa Connors para trás
+ Sinner domina irritado Zverev e vai desafiar Nadal
+ Korda tieta Nadal após partida e pede autógrafo

Nadal acredita que só baixou um pouco o nível quando teve o serviço quebrado no início do terceiro set. "É claro que depois continuei muito bem. Apenas o começo do terceiro set foi um pouco problemático, mas consegui reagir depois do 2/0. Ele tem muitas coisas positivas. Claro que é um jovem jogador e ele comete erros. Isso é normal quando você é jovem, você comete mais erros em alguns momentos do que deveria. Eu realmente prevejo que ele terá um grande futuro".

O vencedor de 19 títulos de Grand Slam acredita em um futuro promissor para Korda, 213º do ranking e filho do ex-número 2 do mundo Petr Korda. O espanhol destaca vários aspectos positivos do jovem adversário de 1,96m. "Ele é capaz de pegar a bola cedo, especialmente com um backhand incrível. Mas eu acho que o forehand dele também é bom. Ele só precisa se ajustar um pouco, mas consegue pegar a bola cedo e é capaz de dominar os ponto. Acho que ele é bastante alto, então pode continuar melhorando um pouco o saque e tenho certeza que vai. Tudo é uma questão da evolução normal que você precisa ter e acho que ele vai passar por esse processo rápido".

O adversário de Nadal nas quartas é outro nome da nova geração. Ele enfrenta o italiano de 19 anos e número 75 do mundo Jannik Sinner, eleito pela ATP como a revelação da última temporada. "Jannik também é jovem e está melhorando cada semana. Então ele está jogando cada vez melhor. Será um grande desafio. É a primeira vez que jogo contra ele no circuito. Já treinei com ele algumas vezes e sei que ele tem um potencial incrível, ele move o punho muito rápido e e ele é capaz de fazer pontos incríveis".

Comentários