Notícias | Dia a dia
Australian Open anuncia Federer e público de até 50%
04/10/2020 às 10h06

Melbourne (Austrália) - Próximo Grand Slam a ser disputado, o Australian Open vai ser preparando para a edição de 2021, a primeira do torneio depois de eclosão da pandemia do coronavírus. Diretor do torneio e presidente da Tennis Australia, Craig Tiley falou sobre a competição em entrevista ao jornal The Age neste domingo, na qual confirmou a presença do suíço Roger Federer.

Afastado das quadras desde Melbourne, o suíço não joga mais em 2020 e só voltará no próximo ano. “Roger Federer confirmou publicamente esta manhã que jogará o Aberto da Austrália. Serena Williams também confirmou e tentará obter aqui o recorde de títulos de Grand Slams de Margaret Court. Estamos muito animados com o grande elenco de tenistas que teremos no torneio”, disse.

Questionado sobre o público e eventuais restrições, Tiley avisou que a capacidade será reduzida, mas que os espectadores que forem ao Melbourne Park no próximo ano terão uma experiência completa como de costume, apenas com maior espaçamento e cumprimento das normas sanitárias.

“Temos trabalhado muito nessas últimas semanas. Vamos tentar contar com público nas arquibancadas de entre 25 e 50% do que tínhamos na última edição. Para isso teremos que trabalhar para que haja requisitos como distanciamento social e uso máscaras obrigatórias. Todos que vierem ao torneio devem ter certeza de que estarão protegidos”, afirmou o dirigente australiano.

Ele também destacou a importância de trabalhar em conjunto com os demais Slam para que as normas sejam as melhores e mais eficazes possíveis para o Australian Open de 2021. “Trabalharam muito para que torneios como o US Open ou Roland Garros pudessem ser disputados e aprendemos muito com eles. Temos mantido contato constante.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva