Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Organização se atrapalha e Djoko coloca mão na massa
03/10/2020 às 14h44

Paris (França) - A chuva e o novo teto retrátil da quadra Philippe Chatrier acabaram roubando a cena na primeira metade da partida entre o sérvio Novak Djokovic e o colombiano Daniel Galan, marcada para fechar o dia no palco principal de Roland Garros. Isso tudo porque a organização demorou até decidir fechar o teto o que irritou o número 1 do mundo.

Desde o começo da partida, uma garoa já marcava presença. Aos poucos ela foi se intensificando ao ponto de Djokovic perguntar sobre o fechamento do teto na virada do primeiro para o segundo set. A organização o manteve aberto, mas por pouco não aconteceu um acidente. Galan chegou a escorregar no quarto game e, assim que este foi encerrado, decidiram enfim fechar o teto.

Contudo, como o fechamento demora por volta de 15 minutos, foi necessário colocar uma lona no lado que seria coberto por último, já que a chuva começava a deixar a quadra pesada. Com o piso bastante úmido, o sérvio e o colombiano foram averiguar a situação e pediram para que mais pó de saibro fosse jogado lá do lado que foi o mais atingido.

Aproveitando o tempo parado para não perder o aquecimento, Djokovic resolveu ajudar um pouco na manutenção da quadra e por alguns instantes trabalhou ao lado dos funcionários de Roland Garros que tentavam deixar a quadra pronta para a volta da partida.

Comentários