Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Wawrinka lamenta dia ruim e chances desperdiçadas
03/10/2020 às 08h32

Wawrinka sofreu sua prior derrota em termos de ranking nos Grand Slam

Foto: ATP

Paris (França) - Campeão de Roland Garros em 2015, o suíço Stan Wawrinka se despediu precocemente do torneio neste ano, surpreendido pelo jovem convidado da casa Hugo Gaston, que embora ocupe apenas a 239ª colocação é o último francês ainda vivo na chave masculina. Após a derrota em cinco sets, com direito a ‘pneu’ para fechar o jogo, o cabeça de chave 16 analisou o confronto.

“Acho que foi mais culpa minha. Não consegui jogar bem, mesmo assim consegui algumas oportunidades e não as aproveitei”, comentou Wawrinka, que venceu o primeiro set e depois levou a virada de Gaston, caindo com o placar final de 2/6, 6/3, 6/3, 4/6, 6/0. O tenista de Lausanne venceu apenas cinco dos 17 break-points que teve (29% de aproveitamento) e amargou oito quebras.

Wawrinka não apenas se culpou pela derrota, mas também elogiou o algoz francês. “Meu oponente jogou bem durante toda a partida, foi para cima como podia, enquanto eu não consegui ser tão agressivo como no primeiro set. Ainda assim tive minhas chances no segundo, mas não estava firme suficiente para fazer o meu jogo, que é ficar em cima da linha e ser agressivo”, finalizou o suíço.

Comentários