Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Bublik diz que treina saque por baixo. Chang aprova.
02/10/2020 às 13h07

.

Foto: ATP

Paris (França) - Dono de um saque poderoso, o cazaque Alexander Bublik diz ter se inspirado em Nick Kyrgios para adotar o saque por baixo como elemento tático em suas partidas.

Ele tem usado o surpreendente golpe com certa frequência nos últimos torneios: "Para ser honesto, executar bem esse saque por baixo não é fácil. Eu realmente treino isso", revelou após sua eliminação em Roland Garros.

Bublik fez um ace sobre Felix Aliassiame com o golpe inusitado em Hamburgo e ganhou outro ponto em cima de Cristian Garin nas quartas, sendo criticado pelo chileno. Em Paris, também fez um ace em cima de Gael Monfils, que levou na brincadeira, mas logo depois perdeu um ponto importante no tiebreak.

Questionado sobre sua inspiração, ele não pensou duas vezes. "Estou sentido falta do amigo Nick aqui. A gente teria feito uns 25 desses saques na semana".

Outros que tentaram o golpe em Roland Garros foram Daniil Medvedev, sem sucesso diante de Marton Fucsovics, e Mackenzie McDonald, com um lance descalibrado contra Rafael Nadal. "Penso que para tentar isso você tem de praticar um pouco. Um bom serviço por baixo pode ser uma arma no tênis de hoje", avalia o treinador e agora comentarista Paul Annacone.

O precursor do lance foi Michael Chang, que conseguiu salvar um histórico match-point contra Ivan Lendl, então número 1 do mundo, nas oitavas de final de 1989, antes de chegar ao título com apenas 17 anos. O norte-americano defende a ideia: "Nunca tivemos jogadores que ficam tão recuados para devolver saque, então do ponto de vista tático o saque por baixo faz sentido".

Comentários