Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Dimitrov quer enfim fazer uma boa campanha em RG
02/10/2020 às 07h57

Paris (França) - O saibro parisiense parece ser um tabu para o búlgaro Grigor Dimitrov, que embora já tenha alcançado as semifinais nos outros três Grand Slam, ainda luta para passar pela primeira vez da terceira rodada em Roland Garros. Na edição deste ano, ele já igualou sua melhor campanha no torneio e espera poder ir longe pela primeira vez.

“A verdade é que adoro jogar aqui, mas por alguma razão sempre tenho dificuldade em ganhar jogos. Não quero que soe como desculpa, mas sempre achei que peguei chaves muito difíceis até chegar à segunda semana de competição. Depois tudo pode acontecer”, afirmou o atual 20 do mundo, que na quinta-feira venceu esloveno o Andrej Martin com parciais de 6/4, 7/6 (7-5) e 6/1.

“Desta vez as condições foram muito diferentes em relação ao primeiro jogo, não foi necessário superar o obstáculo do tempo. As condições têm variado bastante e além disso havia um jogador na minha frente que eu nunca tinha enfrentado. Aos poucos fui absorvendo o clima e procurando meu ritmo, que também não tem sido fácil”, observou Dimitrov.

O tenista de 29 anos fez questão de reforçar as dificuldades climáticas impostas em uma data. “Em alguns momentos da partida começou a chover e em outros ventou, digamos que havia muitas variáveis presentes, mas consegui controlá-las o melhor possível. Estou feliz por ter vencido em três sets e não ter me desgastado muito”.

Na próxima rodada, ele enfrentará o espanhol Roberto Carballes, que eliminou o canadense Denis Shapovalov. Uma nova vitória o fará superar sua melhor campanha até então em Paris. “Adoraria ser mais forte neste torneio, houve anos em que tive a sensação de ter podido ir mais longe, por ter feito bons jogos. Talvez seja por isso que eu sempre volto com uma mentalidade positiva. Esta temporada é diferente, por isso procuro ir no dia a dia”, finalizou.

Comentários