Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Rublev sai atrás e busca maior virada da carreira
29/09/2020 às 14h41

Paris (França) - Campeão de Hamburgo no último domingo, o russo Andrey Rublev teve pouco tempo de preparação nas quadras de Roland Garros e quase acabou eliminado logo em sua estreia no torneio. Mas depois de perder os dois primeiros sets para o norte-americano Sam Querrey, ele buscou a maior virada da carreira e venceu com parciais de 6/7 (5-7), 6/7 (4-7), 7/5, 6/4 e 6/3.

Esta foi a primeira vez que o russo de 22 anos se recuperou de um placar de 2 sets a 0 contra, superando Querrey pela primeira vez em Grand Slam. Ele já havia batido o norte-americano duas vezes (Adelaide 2020 e Winston-Salem 2019), mas saiu derrotado no duelo que travaram em Wimbledon, no ano passado.

Na segunda rodada, o cabeça de chave número 13 terá pela frente um duelo inédito de jovens com o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, que teve bem menos dificuldade para superar a estreia no saibro parisiense, derrotando o convidado da casa Harold Mayot em sets diretos, com parciais de 7/6 (7-5), 6/3 e 7/5.

Apesar dos cinco sets de disputa, Rublev gastou ‘apenas’ 3h17 para concretizar sua virada. Isso porque os dois buscaram encurtar mais os pontos. Foram ao todo 52 aces, com 26 a 23 para Querrey, que também levou a melhor nas bolas vencedoras (80 a 64). Em contrapartida, o russo cometeu 42 erros não forçados a menos (20 a 62), terminando o jogo com oito quebras contra quatro do rival.

Comentários