Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Monfils diz que teve sua pior experiência em Paris
29/09/2020 às 08h40

Monfils não perdia na estreia em Roland Garros desde sua primeira aparição no torneio

Foto: Cédric Lecocq / FFT

Paris (França) - O francês Gael Monfils não saiu nada contente de quadra após a eliminação logo na primeira rodada de Roland Garros. Cabeça de chave número 8, ele conseguiu vencer apenas um set diante do cazaque Alexander Bublik e se despediu da competição logo na estreia, algo que não acontecia desde 2005, quando jogou pela primeira vez a chave principal do Grand Slam parisiense.

“Para ser sincero, não tenho palavras para expressar como me senti. Não encontrei o ritmo e não foi agradável, definitivamente foi a pior experiência da minha carreira no tênis em Paris, mas essas foram as condições em que poderia ser disputado”, lamentou o atual número 9 do mundo, que foi superado com o placar final de 6/4, 7/5, 3/6 e 6/3.

Apesar de lamentar sua péssima atuação, Monfils não deixou de enaltecer o algoz. “Alexander fez uma boa partida, mas eu também abusei dos erros, cometi muitas duplas faltas e me movimentei muito mal. Simplesmente não fiz um bom jogo”, observou o francês, que não colocou a culpa nas restrições impostas pelas condições do coronavírus.

“Não há desculpa para o meu baixo desempenho. As restrições são assim, quando você perde, sempre é mais difícil. Quando ganha, você sente menos as restrições. É um torneio necessariamente diferente, mas tudo o que fazemos é diferente”, encerrou Monfils, que verá seu algoz encarar o italiano Lorenzo Sonego na próxima rodada.

Comentários