Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Medvedev cai na estreia de RG pelo 4º ano seguido
28/09/2020 às 18h52

Algoz do russo, Marton Fucsovics venceu um top 10 pela primeira vez na carreira

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Paris (França) - Apesar de ser o número 5 do mundo e ter um currículo respeitável no circuito, como uma final de US Open e dois títulos de Masters 1000, Daniil Medvedev segue sem nunca ter vencido um jogo de Roland Garros. Pelo quarto ano seguido, o russo perde na primeira rodada em Paris. Medvedev foi eliminado pelo húngaro Marton Fucsovics, 63º do ranking, com parciais de 6/4, 7/6 (7-3), 2/6 e 6/1 em 3h17 de partida.

Medvedev está com 24 anos e disputa o Grand Slam francês desde 2017, sem nunca ter conseguido uma vitória. De modo geral, o russo não tem grande histórico no saibro. São apenas dez vitórias em 28 jogos de nível ATP, com aproveitamento na casa de 37%. Mesmo em challengers, venceu apenas seis jogos no piso. Na semana passada, perdeu na estreia em Hamburgo.

Já Fucsovics celebra sua primeira vitória contra top 10 em sua 15ª tentativa. Experiente jogador de 28 anos, o húngaro liderou o ranking mundial juvenil em 2010, ano em que foi campeão de Wimbledon na categoria, mas só chegou ao top 100 em 2017. Ele tem um título de ATP e apenas seis vitórias em Grand Slam. Seu próximo rival será o canhoto espanhol Albert Ramos, que venceu o francês Adrian Mannarino por 6/4, 6/3 e 6/0.

Russo tentou saque por baixo e quebrou raquete
Durante o set inicial, Fucsovics sacou muito bem e não enfrentou break points, cedendo apenas nove pontos em seus games de serviço. Medvedev, por sua vez, teve o saque ameaçado em três games distintos. O russo até arriscou um saque por baixo e teve sucesso, mas acabou sofrendo a quebra já na reta final do set. Até aquele momento o húngaro tinha 14 a 9 em winners e um erro a mais, 14 contra 13 do russo.

O segundo set teve altos e baixos, com três quebras para cada lado. Por duas vezes, Medvedev ficou a um game de vencer a parcial, tendo liderado o placar por 5/4 e 6/5, mas não conseguia uma nova quebra de serviço que o faria empatar o jogo. Em um tiebreak muito ruim, o russo chegou a perder quatro pontos seguidos e descontou a raiva na raquete. Como já havia sido advertido anteriormente, foi punido com a perda de um ponto justamente quando enfrentava um set point.

Medvedev saiu de quadra antes do terceiro set. Na volta, parecia mais focado e conseguiu duas quebras para vencer a parcial. Mas a reação do russo parou por aí. Fucsovics conseguiu uma quebra cedo no quarto set e abriu 3/0, além de ampliar a diferença um pouco mais tarde. O húngaro não enfrentou break points na parcial e confirmou a maior vitória da carreira. O placar dos winners terminou 36 a 27 para Fucsovics, que cometeu 49 erros, dois a menos que o rival.

Khachanov estreia bem em Paris
Enquanto Medvedev parou na estreia, o também russo Karen Khachanov largou bem em Roland Garros. O número 16 do mundo venceu o polonês Kamil Majchrzak por 7/6 (7-3), 6/3 e 6/3. Khachanov chegou às quartas de final em Paris no ano passado. Seu próximo adversário é o canhoto tcheco Jiri Vesely, que venceu o britânico Liam Broady por 6/2, 5/7, 6/3 e 6/2.

Comentários