Notícias | Dia a dia
Cabeça 1 em challenger, Wild não passa da estreia
28/09/2020 às 14h06

Foi a segunda derrota seguida de Wild em uma estreia de torneio

Foto: Arquivo

Biella (Itália) - Apesar de ser o principal cabeça de chave do challenger de Biella, no saibro italiano, Thiago Wild não passou da primeira rodada do torneio. Único brasileiro na disputa, o paranaense de 20 anos e 107º do ranking perdeu para o esloveno Blaz Rola por 7/6 (8-6) e 7/6 (7-3) em 2h16 de partida nesta segunda-feira.

Foi a segunda derrota consecutiva para Wild em uma estreia. Na semana passada, ele tentou o quali de Roland Garros e era também o cabeça 1 na disputa, mas foi surpreendido pelo equatoriano Emilio Gomez.

Na atual temporada, Wild tem seis vitórias na elite do circuito e mais quatro em challengers. Ele conquistou seu primeiro título de ATP em Santiago, no início de março, e atingiu a final do challenger francês de Aix-en-Provence em setembro. Ele também disputou a chave principal do US Open, mas caiu ainda na estreia.

Algoz de Wild na partida desta segunda-feira, Blaz Rola está com 29 anos e ocupa o 148º lugar do ranking mundial. O experiente jogador esloveno já chegou a ser o número 78 do mundo em 2015. Ele tem apenas 15 vitórias no circuito da ATP, mas já venceu 194 jogos de challenger, com quatro títulos.

A primeira parcial não teve quebras, ainda que Wild perdesse quatro break points, três deles no mesmo game. Depois disso, o brasileiro chegou a salvar um set point quando perdia por 6/5 e forçou o tiebreak. Já no game desempate, Wild fez 5-2 e teve uma chance de fechar o set, mas não aproveitou. Rola venceu seis dos últimos sete pontos disputados para fechar o set.

O esloveno conseguiu uma quebra de serviço logo na abertura do segundo set e e fez 2/0. Depois disso, vinha sustentando a vantagem sem enfrentar chances de quebra. Wild salvou um match point no saque quando perdia por 5/3, e devolveu a quebra na sequência. Pouco depois, teve set point no momento em que vencia por 6/5, e de novo perdeu a chance. Em novo tiebreak, Rola não perdeu pontos no saque e consolidou a vitória em sets diretos.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva