Notícias | Dia a dia
Clezar lidera quatro brasileiros em quali na Croácia
25/09/2020 às 19h25

Clezar precisa de duas vitórias para entrar na chave principal do torneio

Foto: Arquivo

Split (Croácia) - Quatro jogadores brasileiros disputam o quali para o challenger de Split, na Croácia. O gaúcho Guilherme Clezar, 273º do ranking, é o mais bem colocado entre eles. São necessárias duas vitórias para entrar na chave principal, que já terá o mineiro João Menezes.

Clezar estreia neste sábado contra o convidado local Duje Kekez, apenas 841º colocado. Se vencer, pode enfrentar o também croata Mili Poljicak ou o chileno Marcelo Tomas Barrios Vera.

O paulista Pedro Sakamoto, 305º da ATP, estreia contra o norte-americano Nick Chappell, 441º colocado. Em caso de vitória, pod eenfrnetar o sérvio Pedja Krstin ou o ucraniano Vladyslav Orlov.

Os gaúchos Orlando Luz e Rafael Matos também jogam no sábado. O canhoto Matos, 486º do ranking, enfrenta o francês Mathias Bourgue, 210º do mundo e cabeça 1 do quali. Já Orlandinho, 309º colocado, joga contra o búlgaro Dimitar Kuzmanov, número 293 do mundo.

Reis para nas quartas, Alves e Marcondes na final de duplas
O pernambucano João Lucas Reis caiu nas quartas de final do ITF M15 de Castelo Branco, em Portugal. O jovem de 20 anos e 580º do ranking se despediu do torneio em quadras duras após a derrota para o norte-americano Strong Kirchheimer, cabeça 7 e 479º colocado, por 3/6, 7/6 (8-6) e 6/2.

O tênis brasileiro ainda tenta um título de duplas, com Mateus Alves e Igor Marcondes. Eles venceram a semifinal contra os britânicos Ryan Peniston e Mark Whitehouse por 6/2 e 6/1. Eles encaram os norte-americanos Emilio e Eduardo Nava, que evitaram uma final brasileira após a vitória sobre Wilson Leite e Matheus Pucinelli por 6/1 e 6/2.

Romboli e Felipe Meligeni caem na semi de duplas
A parceria brasileira formada por Fernando Romboli e Felipe Meligeni Alves caiu na semifinal de duplas do challenger de Sibiu, na Romênia. Eles foram superados pelo norte-americano Hunter Reese e o polonês Jan Zielinski por 6/3 e 7/5. Pela campanha eles fazem 29 pontos no ranking da modalidade na ATP.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva