Notícias | Dia a dia
Stefani tenta neste sábado vencer seu 3º WTA
25/09/2020 às 18h58

Estrasburgo (França) - Finalista de duplas no WTA de Estrasburgo, a brasileira Luisa Stefani tenta conquistar neste sábado seu terceiro título na elite do circuito profissional. Stefani e a norte-americana Hayley Carter atuam por volta das 9h45 (de Brasília) contra a norte-americana Nicole Melichar e a holandesa Demi Shcuurs, principais cabeças de chave do torneio.

A parceria entre Luisa Stefani e Hayley Carter tem dois títulos de WTA. O primeiro foi conquistado em setembro do ano passado em Tashkent, e o segundo foi em agosto deste ano em Lexington. Elas também disputaram uma final em Seul na temporada passada.

A campanha até a final rende 180 pontos no ranking da WTA, sendo que as campeãs recebem 280. Stefani está desde a última segunda-feira com o melhor ranking da carreira, no 33º lugar, depois de ter disputado a semifinal em Roma. Ela tenta se aproximar do top 30, mas só conseguirá entrar nesse grupo com uma boa campanha em Roland Garros.

Stefani pode encostar nas marcas de Medrado e Monteiro
Com apenas 23 anos, Luisa Stefani tenta se aproximar da marca da baiana Patrícia Medrado, que tem cinco títulos de primeira linha no tênis profissional. Medrado venceu três torneios no calendário regular da WTA, em Tóquio/1981 (com Cláudia Monteiro), Barcelona/1985 (com a suíça Petra Delhees-Jauch) e São Paulo/1986 (com Niege Dias).

A baiana tem ainda outros dois títulos de expressão: Um deles foi no ano de 1982 em Austin, no Texas, ao lado de Cláudia Monteiro. Aquele evento, chamado Avon Futures Championship, era uma espécie de segunda linha do Avon Championship (atual WTA Finals), disputado uma semana antes do evento entre as melhores da temporada. O outro foi um título em 1984 em Miami, ao lado da sul-africana Yvonne Vermaak. Aquele torneio foi promovido pela Federação Internacional de Tênis.

Cláudia Monteiro tem quatro títulos na elite do tênis profissional. Além das já citadas conquistas em Tóquio e Austin, ela venceu dois torneios de primeira linha Federação Internacional em Salt Lake City/1983 e Indianápolis/1984. A sul-africana Yvonne Vermaak foi parceira nas duas ocasiões. Depois aparece Beatriz Haddad Maia, que tem dois títulos de WTA em Bogotá nos anos de 2015 e 2017.

Maria Esther tem um US Open como profissional
Maior nome do tênis brasileiro, a lendária Maria Esther Bueno construiu a maior parte da carreira na fase amadora do tênis, mas é também dona do maior título das mulheres brasileiras no tênis profissional ao vencer o US Open de 1968. Aquele foi o último de seus 19 títulos de Grand Slam, sendo sete em simples, onze em duplas e um nas duplas mistas. Paula Gonçalves e a já citada Niege Dias têm um título de duplas na WTA cada uma.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva