Notícias | Dia a dia
Bia recupera 141 posições e joga 4º torneio seguido
21/09/2020 às 16h14

Bia recebeu 36 pontos do vice em Figueira da Foz e vai ganhar mais 10 pontos na semana que vem

Foto: Arquivo

Porto (Portugal) - A série de bons resultados de Beatriz Haddad Maia em Portugal tem ajudado a brasileira a se recuperar no ranking. Nesta segunda-feira, ela deu um salto de 141 posições e agora aparece no 468º lugar. Isso se deu após os 36 pontos do vice-campeonato no ITF W25+H de Figueira da Foz, finalizado há oito dias, serem computados.

Bia vai recuperar mais posições na segunda-feira que vem. Daqui a uma semana, ela receberá mais dez pontos relativos ao título do ITF W15 de Santarém, que ela venceu no último domingo. Em três semanas de torneios em Portugal ela já acumulou 96 pontos. A série começou com um título no ITF W25 de Montemor.

Como ficou mais de um ano longe do circuito, a ex-número 58 do mundo chegou a ficar com apenas dois pontos ranking no início de agosto.

Bia também subiu bastante no ranking de duplas. Ela e a carioca Ingrid Martins receberam os 60 pontos pelo título de Figueira da Foz. Com isso, a canhota pualista saltou 438 posições e é agora a 601ª do ranking. Já Ingrid é a 450ª colocada, saltando 124 posições. A número 1 do Brasil é Luisa Stefani, que atingiu o melhor ranking da carreira no 33º lugar, após a semi em Roma.

Três brasileiras jogam no Porto
Com 14 vitórias nos últimos 15 jogos que disputou, Bia atua em mais um torneio português nesta semana. Ela joga o ITF W15 na Cidade do Porto, também em quadras de piso duro e que novamente oferece apenas dez pontos no ranking. A canhota paulista de 24 anos estreia contra a espanhola Noelia Bouzo Zanotti, apenas 838ª colocada.

Outras duas brasileiras estão na chave do torneio no Porto. A paulista Carolina Meligeni Alves, 396ª do ranking, é cabeça 6 nesta semana e estreia contra a búlgara Gergana Topalova. Já a carioca Ingrid Martins enfrentará a belga Helene Scholsen. Pelo qualificatório, Rebeca Pereira perdeu ainda na estreia para a espanhola Celia Cervino Ruiz por 6/3 e 6/1.

Pigossi também sobe no ranking
Outra brasileira que subiu no ranking foi a paulista Laura Pigossi. Ela ganhou nove posições e agora é a 407ª do ranking. A jogadora de 26 anos tem como recorde pessoal o 247º lugar, alcançado ainda em 2014. A número 1 do país segue sendo a gaúcha Gabriela Cé, que perdeu duas posições e agora é a 232ª do ranking.

A ex-top 50 Teliana Pereira perdeu uma posição e agora é 374ª do ranking. Já Thaísa Pedretti aparece no 391º lugar. Já Carol Meligeni Alves foi ultrapassada por duas jogadoras e ocupa a 398ª posição no ranking mundial.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva