Notícias | Dia a dia
Pliskova volta à final e tenta bicampeonato em Roma
20/09/2020 às 13h59

Pliskova tem apenas quatro vitórias em 11 jogos contra Halep no circuito

Foto: Divulgação

Roma (Itália) - Atual campeã do WTA Premier 5 de Roma, Karolina Pliskova tenta defender seu título nas quadras de saibro do Foro Itálico. A experiente tcheca de 28 anos e número 4 do mundo venceu a semifinal deste domingo contra a compatriota Marketa Vondrousova, jovem de 21 anos e 19ª do ranking, por 6/2 e 6/4 em 1h22 de partida.

Vencedora de 16 torneios da WTA, Pliskova disputará a 29ª final de sua carreira no circuito. Este ano, ela já foi campeã em Brisbane. Sua adversária na segunda-feira, a partir das 9h30 (de Brasília) será a romena Simona Halep, número 2 do ranking. Halep lidera o histórico por 7 a 4.

Tcheca não defende pontos, Halep tenta subir
Mesmo que não consiga defender o título, Pliskova vai manter os 900 pontos conquistados no ano passado. Isso porque a WTA modificou o cálculo do ranking e irá considerar os 16 melhores resultados em 22 meses, entre março de 2019 e dezembro de 2020. Como esse período compreende duas edições do torneio, apenas a melhor campanha é levada em consideração.

Por sua vez, Halep tem boas chances de reduzir a diferença para a atual número 1 do mundo Ashleigh Barty. No ano passado, a romena perdeu ainda na segunda rodada em Roma. Agora, já garantiu 585 pontos e pode fazer 900 se for campeã. Vale destacar que Barty é a atual campeã de Roland Garros e não vai disputar o Grand Slam francês. Ainda assim, a australiana mantém seus 2 mil pontos obtidos na última temporada.

Vondrousova recupera confiança
Superada na semifinal, Vondrousova enfim volta a ter um bom resultado no circuito. A canhota tcheca foi finalista de Roland Garros no ano passado, mas depois teve que operar o punho esquerdo e perdeu todo o segundo semestre do circuito no ano passado. Em Roma, eliminou nomes como a experiente Polona Hercog e a bicampeã Elina Svitolina.

Pliskova foi paciente do fundo de quadra
Durante o set inicial, Pliskova foi muito agressiva nas devoluções, mas também mostrou muita paciência para a construção dos pontos e para as trocas de bola do fundo de quadra. Além disso, a ex-líder do ranking cedeu apenas quatro pontos em seus games de serviço. A boa atuação rendeu uma parcial tranquila, com 13 winners e seis erros não-forçados.

O segundo set foi mais equilibrado, muito porque Vondrousova conseguiu uma quebra logo de cara. Mas a canhota de 21 anos perdeu logo a vantagem. O jogo ficou um pouco mais franco, com a jovem jogadora tentando ser mais agressiva. Ainda assim, Pliskova voltaria a conseguir uma quebra já no último game do jogo para definir a vitória. Cada jogadora fez 23 winners e Pliskova cometeu 21 erros contra 18 da rival.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva