Notícias | Dia a dia
Dimitrov vence de virada e acaba com festa de Sinner
18/09/2020 às 08h51

Roma (Itália) - Responsável pelas eliminações do francês Benoit Paire e do grego Stefanos Tsitsipas, terceiro favorito na competição, o jovem italiano Jannik Sinner viu sua campanha no Masters 1000 de Roma ganhar um ponto final nesta sexta-feira, quando o búlgaro Grigor Dimitrov acabou com sua festa e eliminou o atleta da casa com uma virada de placar final 4/6, 6/4 e 6/4.

Classificado para as quartas de final, o cabeça de chave número 15 terá pela frente o canadense Denis Shapovalov, que saiu perdendo do francês Ugo Humbert, algoz do ídolo local Fabio Fognini, mas buscou a virada e venceu com o placar final de 6/7 (5-7), 6/1 e 6/4, após 2h51 de batalha. O búlgaro já enfrentou o canadense de 21 anos duas vezes e venceu ambas, a última delas neste ano em Roterdã.

Sinner teve uma boa largada, conseguiu uma quebra de zero logo no primeiro game e na sequência salvou três break-points para abrir 2/0. O jovem italiano ainda teve mais duas chances para superar o serviço de Dimitrov, ambas no quinto game, não aproveitou uma sequer, mas também não teve o saque ameaçado e administrou a vantagem até o fim para fazer 1 a 0.

 

No segundo set, mais uma vez Dimitrov perdeu o saque logo de cara, só que desta vez ele reagiu rápido e devolveu o break no game seguinte. O búlgaro conseguiu salvar dois break-points no quinto game e no décimo aproveitou a única chance que teve para fazer 6/4 e empatar a partida.

Pela primeira vez no jogo, o búlgaro não saiu com quebra contra logo de cara. Na terceira parcial foi a vez dele sair na frente e bater o saque de Sinner no quarto game. A vantagem permaneceu até o nono, quando Dimitrov falhou ao sacar para o jogo e foi quebrado. Contudo, em seguida Sinner vacilou com o serviço, encarou cinco match-points e perdeu o duelo em um smash fácil que jogou na rede.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva