Notícias | Dia a dia
Osaka anuncia que não vai jogar Roland Garros
17/09/2020 às 21h53

Lesão muscular na coxa esquerda motivou a desistência da japonesa

Foto: Arquivo

Paris (França) - Campeã do US Open no último sábado, Naomi Osaka está fora da disputa de Roland Garros. O Grand Slam francês começa daqui a dois domingos, em 27 de setembro. O motivo da desistência é lesão muscular na coxa esquerda, que já a incomodava desde o Premier de Cincinnati, disputado uma semana antes do Slam norte-americano.

"Olá a todos. Primeiramente eu gostaria de agradecer por todo o apoio que eu tive nas últimas três semanas. Eu não teria conseguido sem vocês", escreveu Osaka em seu perfil no Twitter.

+ Osaka pula para o 3º lugar e Azarenka volta ao top 20
+ Primeiro Set: Osaka é o retrato de sua geração
+ Número 1 e atual campeã, Barty não joga em RG

"Infelizmente eu não posso jogar em Roland Garros este ano. Ainda sinto dores e não vou ter tempo suficiente para me preparar para a temporada de saibro. Esses dois torneios ficaram muito próximos um do outro para mim desta vez", acrescentou a jovem jogadora de 22 anos e número 3 do mundo.

"Desejo o melhor aos organizadores do torneio. Sinto muita falta dos fãs, mas verei vocês mais cedo ou mais tarde", complementou a campeã de três Grand Slam.

Torneio perde a segunda top 10
Osaka é a segunda integrante do top 10 a desistir de Roland Garros. A australiana Ashleigh Barty, líder do ranking mundial e atual campeã do torneio, já anunciou que não disputará o torneio por conta do risco de contaminação pela Covid-19.

Barty irá manter os 2 mil pontos conquistados no ano passado. Assim como Osaka mantém os 190 pontos da terceira rodada alcançada na última temporada. A WTA modificou o cálculo do ranking até o fim do ano. São considerados os 16 melhores resultados em 22 meses, entre março de 2019 e dezembro de 2020. Como esse período compreende duas edições de Roland Garros, apenas a melhor campanha prevalece no ranking e a pior pontuação é descartada.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva