Notícias | Dia a dia
Roma decide os cabeças em Paris. Veja como está.
17/09/2020 às 22h03

Thiem será o cabeça 3 em Roland Garros e a expectativa é se ficará no lado de Djoko ou de Nadal

Foto: Arquivo

* Atualizado às 22h03 com a desistência de Osaka

Roma (Itália) - Os rankings masculino e feminino da próxima terça-feira, quando serão computados os pontos do Masters e Premier de Roma, definirão os jogadores com direito a ser cabeças de chave em Roland Garros. O sorteio do Grand Slam francês está previsto para a quinta-feira.

Não haverá novidades entre os quatro primeiros, com Novak Djokovic e Rafael Nadal nas extremidades e um importante sorteio para ver se Dominic Thiem ou Daniil Medvedev ficarão em cima ou embaixo. De qualquer forma, esses nomes só podem duelar na semi.

Os cabeças de 5 a 8 têm a vantagem de só cruzar com os quatro principais favoritos nas quartas e também há pouca chance de mudanças: Stefanos Tsitsipas, Alexander Zverev, Matteo Berretinni estão assegurados nesse grupo e Gael Monfils só não será o cabeça 8 caso Denis Shapovalov ou Diego Schwartzman sejam campeões no Foro Itálico.

Quem ficar entre os cabeças 9 e 12 também se dão bem, já que seus adversários de quartas serão obrigatoriamente os cabeças 5 a 8. Esse grupo tem no momento Roberto Bautista, David Goffin, Andrey Rublev e Fabio Fognini. Se Shapovalov avançar às quartas de final, já supera Fognini e Rublev. O russo e o italiano também correm risco caso Schwartzman ou Grigor Dimitrov sejam campeões.

Por fim os cabeças de 13 a 16 são os que podem enfrentar os primeiros quatro favoritos nas quartas. No momento, é a condição de Shapovalov, Schwartzman, Karen Khachanov e Stan Wawrinka. A ameaça mais séria a esses quatro é Dimitrov, desde que seja pelo menos semi, ou Dusan Lajovic, caso vá à final de Roma.

No grupo dos tenistas que certamente estarão entre os cabeças de 17 a 32,  figuram os canadenses Milos Ronic e Felix Aliassime, o chileno Cristian Garin, os norte-americanos John Isner e Taylor Fritz e o croata Borna Coric.

O jovem norueguês Casper Ruud entrará na faixa dos cabeças se for às quartas e assim iria tirar a vaga de Daniel Evans. Com chance mais remota, Marin Cilic e Ugo Humbert terão de avançar ainda mais duas rodadas.

Com a derrota desta quinta-feira, Kei Nishikori deve ficar solto na chave, o mesmo acontecendo com os locais Richard Gasquet e Gilles Simon.

Halep e Pliskova no feminino
O feminino também tem praticamente definidas as oito principais cabeças: Simona Halep e Karolina Pliskova ficarão como 1 e 2 depois que Naomi Osaka anunciou na noite desta quinta-feira que não irá a Paris. Sofia Kenin e Elina Svitolina sobem para a condição de 3 e 4.

As demais são Bianca Andreescu, Kiki Bertens, Serena Williams e Belinda Bencic, mas ainda não se sabe se a canadense irá enfim retornar ao circuito. Em caso de ausência, a vaga pode acabar com Petra Kvitova ou com Victoria Azarenka, mas a bielorrussa precisará do título em Roma.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva