Notícias | Dia a dia
'Espero agora jogar bem mais solto', afirma Thiem
15/09/2020 às 09h36

Thiem foi duas vezes seguidas à final de Roland Garros e entra como um dos candidatos ao título

Foto: ATP

Nova York (EUA) - Depois da tensa conquista do US Open no domingo, seu primeiro troféu de Grand Slam em quatro tentativas, o austríaco Dominic Thiem afirma ter tirado um peso das costas e acredita que poderá jogar cada vez melhor.

"Ganhar um Grand Slam era o grande objetivo de minha vida esportiva. Então espero que isso mude minha carreira, porque me ajudará a jogar mais relaxado e no meu melhor nível", afirmou ele ao site da ATP, reforçando o grande nervosismo na final de domingo. "Preciso ter uma munheca solta para fazer o backhand e estava totalmente duro, então só restava bater slice".

Para ele, foi importante surgir um novo campeão de Slam, mas alerta que a dureza continua. "O Big 3 continua aí e qualquer torneio do qual participem eles serão os favoritos. Considero positivo para o tênis que outros rapazes passem a vencer Slam e tenho certeza de que há outros que se juntarão a mim muito em breve. Mas Novak (Djokovic), Rafa (Nadal) e Roger (Federer) sempre partirão com vantagem, devido à toda experiência e por tudo que são".

Thiem possui chance matemática de se tornar o primeiro número 2 do mundo fora do Big 3 desde que Andy Murray atingiu esse posto em 2005, e o título em Roland Garros seria essa garantia. Ele no entanto afirma não estar pensando em ranking: "Todos sabem quais são os dois jogadores à minha frente agora, então quero apenas curtir o momento e me preparar bem para o Aberto da França".

Questionado como esse título de Nova York afetará sua vida, o austríaco foi incisivo: "Espero que nada mude em nível pessoal. Não posso limitar minha felicidade ao tênis, seria um erro".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva