Notícias | Dia a dia
Djokovic iguala marca de Sampras e mira Federer
14/09/2020 às 11h29

Miami (EUA) - Com a retomada do tênis, as semanas do sérvio Novak Djokovic na liderança do ranking também voltaram a ser computadas e nesta segunda-feira ele finalmente alcançou a marca do norte-americano Pete Sampras. Agora os dois estão empatados na segunda colocação entre os que mais tempo ficaram na ponta, ambos com 286 semanas.

Djokovic fatalmente se isolará como segundo maior número 1 do mundo na próxima semana, quando começará a contagem regressiva para superar o recorde absoluto, que pertence ao suíço Roger Federer e suas 310 semanas no posto mais alto da ATP. O sérvio precisa se manter na ponta até o ranking divulgado no dia 8 de março para chegar a 311 semanas.

"Sampras era meu ídolo quando criança e superá-lo é muito especial para mim. Cresci vendo ele jogar e foi um dos melhores da história. Alcançar esse seu recorde é especial. Agora, ser capaz de pegar Federer com sua ficha é um dos meus objetivos. Espero poder continuar com saúde e trabalhando nessa direção para superá-lo", afirmou o sérvio.

A tendência é que ‘Nole’ se mantenha como número 1 até o final de temporada, uma vez que seus principais perseguidores, o espanhol Rafael Nadal e o austríaco Dominic Thiem defendem, respectivamente, o título e o vice em Roland Garros, onde o sérvio pode somar mais pontos se for além das semifinais.

O sérvio também tem boas chances de somar pontos no ATP Finals, já que na temporada passada só conseguiu vencer um jogo no torneio londrino e não passou da fase de grupos. A única semana em que os rivais podem diminuir bastante a diferença para Djokovic é no Masters 1000 de Paris, onde ele foi campeão em 2019, com Thiem caindo nas oitavas e Nadal na semi.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva