Notícias | Dia a dia
Bia luta por mais de 4h, leva virada e fica com o vice
13/09/2020 às 12h04

Bia chegou a desperdiçar três match-points consecutivos no segundo set

Foto: Filipe Braz

Figueira da Foz (Portugal) - Acabou neste domingo a sequência vitoriosa da paulista Beatriz Haddad Maia. Depois de vencer os nove primeiros jogos que disputou após sua volta ao circuito, a tenista de 23 anos não resistiu a uma batalha de 4h06 e acabou derrotada na final do W25+H de Figueira da Foz, superada pela espanhola Georgina Garcia, cabeça de chave 5, com parciais de 6/7 (2-7), 7/5 e 6/4.

O disputadíssimo primeiro set durou nada menos do que 1h40, o segundo mais 1h20 e o terceiro mais 1h06 de disputa. Com a campanha vitoriosa, Bia soma mais 36 pontos no ranking e deverá retornar ao top 500 quando a pontuação for computada. Ela atualmente ocupa a modesta 1.342ª colocação com apenas dois pontos.

Na final deste domingo, a brasileira procurou jogar o máximo possível com o primeiro saque mas, apesar do acerto superior a 80%, ganhou apenas 56% desses pontos devido à solidez da adversária, que por sua vez ganhou incríveis 94% dos pontos em que precisou do segundo serviço.

Bia teve várias oportunidades de ter concluído o jogo ainda no segundo set. Obteve uma quebra para saltar a 4/2. Cedeu o empate no oitavo game e aí desperdiçou três match-points consecutivos no serviço da espanhola. Garcia-Perez mostrou frieza e ganhou três games consecutivos, levando ao terceiro set.

Na terceira parcial mais uma batalha, na qual a brasileira aproveitou a única chance que teve de quebra, mas perdeu o saque duas vezes em três break-points. A última quebra veio no nono game, quando Garcia-Perez fez 5/4 e em seguida sacou para selar a vitória de virada e comemorar o título.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva