Notícias | Dia a dia
Semis de Kitzbuhel têm três nomes vindos do quali
11/09/2020 às 17h47

O alemão Yannick Hanfmann é um dos atletas vindos do quali na semifinal do torneio

Foto: Divulgação

Kitzbuhel (Áustria) - Três jogadores vindos do qualificatório estão entre os semifinalistas do ATP 250 de Kitzbuhel, no saibro austríaco. Isso nunca havia acontecido na atual estrutura do circuito, adotada em 1990. Os atletas em questão são o alemão Yannick Hanfmann, o sérvio Laslo Djere e o suíço Marc-Andrea Huesler.

O número de atletas vindos do quali nas quartas já era algo inédito na história da ATP. Isso porque cinco jogadores vindos da fase prévia ficaram entre os oito melhores. Além dos três já citados, o argentino Federico Delbonis e o alemão Maximilian Marterer perderam nas quartas.

Huesler, de 24 anos e 303º do mundo, já havia eliminado Fabio Fognini nas oitavas e superou o espanhol Feliciano López nas quartas por 6/4 e 6/3. Seu próximo adversário é o jovem sérvio de 21 anos Miomir Kecmanovic, número 47 do ranking, que venceu Delbonis por 6/4, 6/7 (5-7) e 7/5.

Do outro lado da chave, Laslo Djere é o único campeão de ATP restante na chave. O sérvio de 25 anos e 81º do ranking foi campeão do Rio Open na última temporada. Nesta sexta-feira, ele surpreendeu o argentino Diego Schwartzman, número 13 do mundo e cabeça 2 do torneio, por 7/6 (7-2) e 6/3. Seu adversário na final será Yannick Hanfmann, 118º do ranking, que venceu o duelo alemão contra Maximilian Marterer, 337º, por 6/2 e 7/5.

Só duas finais de ATP tiveram dois nomes do quali
Existe a possibilidade de uma final entre dois jogadores vindos do quali. Isso só aconteceu duas vezes na história da ATP e uma delas foi justamente em Kitzbuhel, em 2018, quando Martin Klizan bateu Denis Istomin na decisão. O outro caso aconteceu em Sydney, na temporada 2015, com o título de Viktor Troicki sobre Mikhail Kukushkin.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio