Notícias | Dia a dia | US Open
Em ótimos momentos, Thiem e Medvedev duelam
10/09/2020 às 21h34

Thiem e Medvedev já se enfrentaram três vezes, com destaque para a final de Barcelona do ano passado

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - O jogo que irá encerrar a rodada de semifinais masculinas do US Open terá o número 3 do mundo Dominic Thiem e o quinto colocado Daniil Medvedev. Ambos fazem ótimas campanhas em Nova York, já que Medvedev venceu seus cinco jogos anteriores por 3 a 0, enquanto Thiem perdeu apenas um set. A partida começa por volta das 19h (de Brasília) desta sexta-feira.

O histórico de confrontos entre Thiem e Medvedev é pequeno, já que eles se enfrentaram apenas três vezes. O austríaco venceu os dois primeiros, no ATP 250 de São Petersburgo em 2018 e na final de Barcelona no ano passado. Já o russo levou a melhor no duelo mais recente, no Masters 1000 de Montréal da última temporada.

Em um Grand Slam que certamente apresentará um campeão inédito, Thiem e Medvedev já estiveram perto de uma conquista deste porte. O austríaco perdeu duas finais de Roland Garros para Rafael Nadal e caiu em cinco sets para Novak Djokovic na decisão do Australian Open deste ano. Medvedev, por sua vez, fez uma batalha de cinco sets com Nadal na final do ano passado.

Ambos têm o mesmo número de vitórias nos últimos anos
Thiem e Medvedev estão empatados na terceira posição entre os jogadores que mais venceram partidas nos últimos anos. Um levantamento da ATP iniciado em 2018 mostra que ambos têm 117 vitórias, uma a menos que Stefanos Tsitsipas. Acima deles, só Novak Djokovic, com 136 triunfos nos últimos dois anos.

Dominic Thiem, de 27 anos, é o primeiro austríaco em uma semifinal de US Open. Ele já havia parado nas quartas em 2018. Seu compatriota Thomas Muster chegou às quartas de final em três oportunidades, nos anos de 1993, 1997 e 1998.

Já Medvedev tenta fazer história em Nova York com um possível título sem perder sets, algo que nunca aconteceu na Era Aberta do tênis. O russo já venceu 15 sets seguidos e teria que vencer mais dois jogos por 3 a 0 para conseguir a façanha.

Os outros dois semifinalistas, o espanhol Pablo Carreno Busta e o alemão Alexander Zverev vão se enfrentar às 17h (de Brasília) em busca de uma inédita final de Grand Slam.

Comentários