Notícias | Dia a dia | US Open
Thiem vence fácil e alcança sua 6ª semi de Slam
10/09/2020 às 00h11

Austríaco venceu com muita tranquilidade e enfrenta Medvedev na semifinal

Foto: Darren Carroll/USTA

Nova York (EUA) - Em jogo de poucas emoções, Dominic Thiem confirmou com tranquilidade sua vaga na semifinal do US Open. O austríaco de 27 anos fez valer a experiência nos grandes palcos e dominou do início ao fim o confronto contra o australiano Alex de Minaur por 6/1, 6/2 e 6/4 em 2h04.

Thiem disputará a sexta semifinal de Grand Slam de sua carreira e busca a quarta decisão. Ele tem dois vice-campeonatos em Roland Garros, perdendo para Rafael Nadal, e também foi superado na final do Australian Open deste ano para Novak Djokovic. Este já é o melhor resultado do austríaco em sete participações no US Open.

US Open terá novo campeão de Slam
É certo que o US Open deste ano vai apresentar um novo campeão de Grand Slam e também terá o primeiro vencedor nascido nos anos 90. Outra sequência que cai é a de campeões de Grand Slam com mais de 30 anos, iniciada no US Open de 2015 por Stan Wawrinka. Pouco antes, Andy Murray venceu Wimbledon aos 29 anos.

Na semifinal de sexta-feira, o número 3 do mundo Dominic Thiem enfrenta o quinto colocado Daniil Medvedev. O austríaco lidera o histórico por 2 a 1. Os dois são os únicos restantes na chave que já disputaram finais de Grand Slam. Do outro lado da chave, o alemão Alexander Zverev encara o espanhol Pablo Carreño Busta.

Superado por Thiem nesta quarta-feira, Alex de Minaur fez o melhor resultado da carreira em um Grand Slam. O jovem australiano de 21 anos é o atual 28º do ranking e já chegou a ocupar a 18ª posição em outubro do ano passado. Vencedor de três torneios da ATP, De Minaur havia caído nas oitavas na edição passada do Grand Slam nova-iorquino.

Austríaco teve poucos momentos de oscilação



Mesmo enfrentando alguns games longos em seu serviço, Thiem dominou as ações no set inicial. O austríaco precisou enfrentar seis break points, sofrendo uma quebra, mas soube pressionar o saque do australiano para quebrar três vezes. Sacar bem nos momentos importantes foi fundamental para o terceiro do ranking mundial.

O segundo set foi bem mais tranquilo para Thiem, que não enfrentou break points e cedeu apenas sete pontos em seus games de serviço. Com duas novas quebras, ficou em situação muito confortável na disputa.

A vitória parecia muito encaminhada para o austríaco quando ele conseguiu uma quebra no início do terceiro set, mas depois ele baixou a intensidade e permitiu a reação do rival. De Minaur buscou o empate por 3/3 e Thiem voltou a encarar alguns games longos, mas depois o número 3 do mundo voltou a jogar seu melhor tênis para quebrar novamente o serviço do rival e vencer o jogo.

Comentários