Notícias | Beach Tennis
Ralff Abreu conquista etapa do Estadual do Rio
09/09/2020 às 15h53

Ralff Abreu (de boné) e o parceiro Lauro Carneiro.

Foto: Divulgação

Rio de Janeiro (RJ) - Ralff Abreu, niteroiense, ex-top 10 mundial, marcou seu retorno aos torneios neste final de semana após seis meses de inatividade por conta da pandemia da Covid-19. O atual 31º do mundo e o parceiro carioca Lauro Carneiro conquistaram o título da etapa do Campeonato Estadual de Beach Tennis, o Rio Beach Tennis Tour, realizado no Novo Rio Country Club, no Recreio dos Bandeirantes.

Ralff e João Lauro superaram na final a dupla de Bruno Falcão e Bruno Picolli por 8/3. "Foi bacana, pois voltamos a competir. Fiquei muito ansioso para jogar esse evento após seis meses praticamente sem jogar. Isso nunca aconteceu em dez anos. Entramos empolgados com a chance, mesmo sem estar na preparação ideal, ainda não estamos podendo treinar no nosso 100%, pois as praias ainda não estão 100% liberadas. Treinos tanto em Niterói quanto no Rio, em termos de logística, não está fácil. Encontrar parceiros de duplas para treino não é tão fácil quanto antes. Por isso, foi um torneio especial para voltar a competir, sentir adrenalina e voltar ao circuito", disse Ralff, que deve seguir competindo nas próximas semanas pelo Brasil.

"Ainda não temos projeções de competições no circuito internacional. Mas competições regionais voltaram, sei que tem torneios no estado de São Paulo, que estamos avaliando disputar, assim como torneios-exibição. Esse torneio serviu para renovar os ânimos, buscar motivação para treinar, pois treinar sem ter torneios, sem objetivo de competição, é complicado. Foi muito bom por isso", completou. Pouco antes do começo da pandemia, Ralff e o parceiro João Lauro tinham alcançado final em evento do circuito mundial em Santos (SP).

Sobre Ralff Abreu

Ralff Abreu, nascido em Niterói, em fevereiro de 1983, foi tenista e começou no beach tennis em 2011. Tem 14 títulos nível mundial ITF na carreira. Em 2017, ao lado de Diogo Carneiro, teve seu melhor ano, alcançando o top 10 do ranking mundial. Foi campeão do ITF de João Pessoa (PB), Maceió (AL), Balneário Camboriú (SC), São Miguel do Gostoso (RN), foi vice-campeão em Guadalupe, Niterói (RJ), vice-campeão mundial com a Seleção Brasileira na Rússia, semifinalista do Mundial de Duplas em Cervia, na Itália. Em 2016 foi campeão Pan-americano em Aruba e em 2017 venceu a Copa das Nações, contra a Itália, no mesmo país. Em 2019, foi vice-campeão do ITF de Brusque (SC) e campeão no ITF de Niterói (RJ).

Comentários