Notícias | Dia a dia | US Open
Thiem despacha Aliassime e volta às quartas em NY
07/09/2020 às 18h50

Com a eliminação de Djokovic, Thiem passa a ser o mais bem ranqueado na chave do US Open

Foto: Peter Staples/USTA

Nova York (EUA) - A busca de Dominic Thiem pelo primeiro título de Grand Slam continua neste US Open. Atleta mais bem colocado no ranking entre os restantes na chave, o número 3 do mundo garantiu seu lugar nas quartas de final depois de vencer o jovem canadense de 20 anos Felix Auger-Aliassime por 7/6 (7-4), 6/1 e 6/1.

Thiem iguala seu melhor resultado no US Open, as quartas de final de 2018. O austríaco já disputou três finais de Grand Slam, perdendo duas em Roland Garros para Rafael Nadal e uma no Australian Open para Novak Djokovic.

"Eu estava muito nervoso antes do jogo. Eu sabia que enfrentaria um adversário incrível", disse Thiem após a partida desta segunda-feira. "O segundo e o terceiro sets foram os meus melhores até agora no torneio".

"Estou começando a encontrar aquele ritmo que tive na Austrália, ataque e defesa, e colocando muitas devoluções em jogo. Vou tentar manter esse nível na próxima rodada", avalia o austríaco, que criou 14 break points na partida e conseguiu seis quebras de serviço.

Grand Slam terá um campeão inédito
É certo que este Grand Slam terá um campeão inédito, já que Novak Djokovic, Andy Murray e Marin Cilic foram eliminados, enquanto Roger Federer, Rafael Nadal, Stan Wawrinka e Juan Martin del Potro não estão no torneio.

Após a vitória sobre Aliassime, Thiem enfrentará mais um adversário da nova geração. Seu oponente nas quartas é o australiano de 21 anos Alex De Minaur, 28º do ranking.

"Sou provavelmente um dos jogadores mais velhos em quadra, o que é um pouco surreal para mim", disse o austríaco, que completou 27 anos na semana passada. "Ele é um pouco como o Felix, um superstar absoluto e muito promissor. Não importa que o Big 3 não esteja aqui. Todo mundo quer colocar as mãos no troféu".

Canadense fez mais que o dobro de erros de Thiem

O set inicial da partida foi disputado em altíssimo nível. Mas diferente do que aconteceu com Aliassime nas rodadas anteriores, o canadense vinha tendo seu serviço ameaçado com mais frequência. Thiem conseguiu cedo sua primeira quebra de serviço para fazer 4/2. O austríaco foi quebrado quando sacava para o set e não aproveitou os dois break points que teve no game seguinte, mas foi muito firme no saque durante o tiebreak para vencer a parcial.

Thiem conseguiu uma quebra logo no início do segundo set e depois escapou de um break point em um game muito longo para abrir 3/0. O austríaco ganhou confiança e mandava nos pontos do fundo de quadra, enquanto o canadense tentava reagir apostando na potência dos golpes, mas cometia muitos erros não-forçados. Thiem voltaria a quebrar no fim do set e foi ainda mais dominante na parcial seguinte, com três novas quebras e apenas quatro pontos perdidos no saque.

Ainda que Aliassime tenha disparado 12 aces na partida contra apenas 3 de Thiem, e liderado a contagem de winners por 24 a 23, o canadense cometeu 51 erros não-forçados contra apenas 24 de Thiem. Enquanto o austríaco quebrou seis vezes, o canadense só teve três break points no jogo e conseguiu só uma quebra.

Comentários