Notícias | Dia a dia | US Open
Fãs de Djokovic esbanjam crueldade com juíza
07/09/2020 às 12h57

Nova York (EUA) - Vítima da bolada que causou a desclassificação do sérvio Novak Djokovic deste US Open, a juíza de linha envolvida no lance viu sua conta no Instagram ser invadida por fãs mais exaltados do atual número 1 do mundo depois que os tabloides na Sérvia divulgaram seu nome e as redes sociais.

Catapultada para os holofotes, a juíza de linha teve sua vida pessoal revirada e recebeu mensagens das mais indecorosas possíveis. As mais duras de todas envolveram seu filho Josh, que morreu em um acidente de motocicleta em 2008, quando tinha apenas 25 anos de idade.

Um dos fãs de ‘Nole’ não se conteve e escreveu palavras ameaçadoras. “Não se preocupe porque você irá se juntar a ele em breve”, publicou um dos seguidores do líder do ranking, que foi seguido por outros comentários rindo do que ele havia escrito.

Quase todas as postagens da juíza em sua conta no Instagram desde sua primeira foto em setembro de 2011 - foram inundadas com comentários dos fãs de Djokovic, com muitos chamando-a de “doente” e “alcoólatra”.

A juíza promove uma empresa de vinhos em uma série de postagens diferentes em seus perfis de mídia social, e uma usuária escreveu: “Você pode beber litros de álcool, mas não consegue sobreviver a uma pequena bola de tênis?? Má atuação. Sem vergonha”.

Se os fãs do sérvio pegaram pesado, a atitude de Djokovic foi muito mais serena. Embora não tenha dado entrevista após o ocorrido, ele divulgou um comunicado no qual reconheceu o erro, pediu desculpas e prometeu mudar a atitude no futuro.

Comentários