Notícias | Dia a dia | US Open
Djokovic reconhece erro e promete mudar atitude
06/09/2020 às 20h50

Embed from Getty Images

Nova York (EUA) - Desclassificado nas oitavas de final do US Open, depois de ter acertado a bola em uma árbitra de linha, Novak Djokovic pediu desculpas pela atitude em quadra. O sérvio ainda diz que o incidente acaba servindo de lição para ele, que promete avaliar seu comportamento em situações de frustração, visando evoluir como jogador e como pessoa.

Djokovic não participou da entrevista coletiva após o jogo contra Pablo Carreño Busta neste domingo. Em vez disso, o atual número 1 do mundo recorreu às redes sociais para emitr um comunicado. "Toda essa situação me deixou muito triste e vazio. Eu verifiquei com os juízes de linha e as pessoas do torneio me disseram que, graças a Deus, ela está se sentindo bem. Lamento muito ter causado tanto estresse. Tão involuntário. Tão errado. Não estou divulgando o nome dela para respeitar sua privacidade".

+ Djokovic acerta árbitra de linha e é desclassificado
+ Djokovic perde todo o prêmio e deve ser multado

"Quanto à desclassificação, preciso olhar para dentro de mim, trabalhar na minha decepção e fazer disso tudo uma lição para o meu crescimento e evolução como jogador e ser humano. Peço desculpas ao torneio e a todos os envolvidos pelo meu comportamento. Sou muito grato à minha equipe e família por serem minha pedra fundamental, e aos meus fãs por sempre estarem comigo. Obrigado e sinto muito", acrescentou o experiente jogador de 33 anos.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

This whole situation has left me really sad and empty. I checked on the lines person and the tournament told me that thank God she is feeling ok. I‘m extremely sorry to have caused her such stress. So unintended. So wrong. I’m not disclosing her name to respect her privacy. As for the disqualification, I need to go back within and work on my disappointment and turn this all into a lesson for my growth and evolution as a player and human being. I apologize to the @usopen tournament and everyone associated for my behavior. I’m very grateful to my team and family for being my rock support, and my fans for always being there with me. Thank you and I’m so sorry. Cela ova situacija me čini zaista tuznim i praznim. Proverio sam kako se oseća linijski sudija, i prema informacijama koje sam dobio, oseća se dobro, hvala Bogu. Njeno ime ne mogu da otkrijem zbog očuvanja njene privatnosti. Jako mi je zao što sam joj naneo takav stres. Nije bilo namerno. Bilo je pogrešno. Zelim da ovo neprijatno iskustvo, diskvalifikaciju sa turnira, pretvorim u vaznu zivotnu lekciju, kako bih nastavio da rastem i razvijam se kao čovek, ali i teniser. Izvinjavam se organizatorima US Opena. Veoma sam zahvalan svom timu i porodici što mi pruzaju snaznu podršku, kao i mojim navijačima jer su uvek uz mene. Hvala vam i zao mi je. Bio je ovo tezak dan za sve.

Uma publicação compartilhada por Novak Djokovic (@djokernole) em

Incidente aconteceu ainda no primeiro set
O lamentável incidente aconteceu quando Djokovic havia acabado de sofrer uma quebra de serviço e perdia o primeiro set por 6/5. Irritado, o sérvio jogou uma bola em direção ao fundo da quadra e acidentalmente acertou uma juíza de linha na região da garganta. A oficial chegou a sentir falta de ar por alguns instantes, mas foi rapidamente reanimada.

A regra do tênis prevê a desclassificação sumária nesse tipo de situação. E o próprio Djokovic já havia escapado de uma punição parecida em três ocasiões, duas em partidas contra Andy Murray, em Roma e em Doha, e outra contra Tomas Berdych em Roland Garros. Já é certo que o número 1 do mundo perde o prêmio de US$ 250 mil pela campanha até as oitavas de final do US Open. Ele também fica sem os 180 pontos no ranking que faria pelas três vitórias no Grand Slam norte-americano. Ele ainda fica sujeito à multa, com valor a ser definido.

Comentários